Destaques

moving image by marquee html code      moving image by marquee html code      moving image by marquee html code

O lado certo-CAP 10

Tifa Uchiha apresenta:

FANFIC O LADO CERTO-CAP 10- Redenção

NO ULTIMO CAPITULO:

Eu podia ver o fogo queimando a minha casa, aos poucos os moveis se consumiam e a fumaça aumentava, temi a morte naquele momento, meus olhos se enchiam de lagrimas, que corriam sobre o meu rosto.
Naquela noite de neve, você disse "que me amaria Para sempre...E sempre", eu me pergunto porque estou aqui hoje sozinha? eu sei, “pra sempre” quem diria.


CONT...
Apenas fechei os olhos, esperando pela morte...


[NO DIA ANTERIOR]



*****SASUKE POVS
Depois que o Dobe foi embora, eu já sabia o que devia fazer.
Tomei um banho lavando o cabelo, rapei a barba voltando ao meu rosto perfeito de antigamente, vesti uma camisa branca e uma calça jeans. Depois de pentear o cabelo, e calçar meus sapatos me olhei no espelho, estava... Simplesmente Eu.Sou Sasuke Uchiha consigo qualquer mulher que eu bem quisesse.

_E isso ai Sasuke Uchiha!- sussurrei ao ver meu reflexo no espelho, e duvido que se o espelho falasse ate o mesmo me faria um elogio .

Peguei uma agenda na gaveta, que continha milhares de números de garotas de A a Z, eu sei devem estar se perguntando se eu organizei? Mais nunca que faria uma coisa dessa, e ter tempo a toa demais pra fazer isso. Enviaram-me por correio, me pergunto ate hoje quem poderia ter feito uma coisa dessas.

_Vamos lá, quem vai ser Sasuke Uchiha. - disse passando o dedo sobre a lista de nomes, e olha que não só tem o telefone delas, tem ate mesmo foto e ainda características físicas.

De loira a morena, baixa alta, magra a gorda, realmente tinha de tudo na lista. Qualquer uma Sasuke, era só escolher. Depois de gastar muito tempo da minha vida (2 minutos), olhando aquele livro estúpido. Fiquei alguns minutos olhando o teto, pensando no que deveria fazer, quando finalmente me surge a resposta do problema da minha vida:

_Eu já sei o que preciso fazer. -respondi, pegando o livro novamente procurei pelo nome de uma garota que eu já conhecia, a alguns anos. Qual e o nome dela mesmo?Sheila... Shirley... Shizune e isso, Shizune. Vai servir perfeitamente.

Disquei o numero do telefone dela, a mesma me atendeu animada eu lhe expliquei o queria que ela fizesse pra mim, passo a passo, demorou um pouco, pois parece que inteligência não e realmente seu forte.

_Te espero aqui a noite Shizune! - respondi desligando o telefone.



----21:05 DA NOITE
Shizune finalmente havia chegado, abri a porta, e mandei que ela entrasse.

_Você pode sentar ai se quiser- disse apontando a cadeira.
_Obrigado! -respondeu Shizune que toda boba olhava para os cantos, acredito que deva ser pela bagunça do apartamento, pois ainda não arrumei.
_Então Shizune conseguiu? - sentei-me na cadeira. Ela balançou a cabeça no sinal de positivo, e me estendeu a mão me entregando o papel.

No Momento em que toquei sua mão pegando o papel, a mesma acabou esbarrando na xícara de café, que derramou sobre a mesa, molhando minha camisa e minha calça:

_Oh me desculpe! - pedia ela desculpas desesperadamente, tentando limpar o que tinha feito, a afastei:
_Pode deixar! SHIZUNE DEIXA! - bradei, pois a mesma não me ouvia.

Levantei-me da mesa e fui ate o banheiro para limpar a minha camiseta manchada de café. Não sei o que deu nela, parecia que estava sobre o efeito de drogas ou bebidas, única explicação lógica para tal comportamento. Eu não sei o que acontece com estas garotas, e só me aproximar delas que elas ficam bobas. Tirei a camisa e a calça suja de café.

TRIM DOM! TRIM DOM! [companhia toca]

_Droga! - murmurei, justo agora que estou sem roupa no banheiro alguém bate na companhia.
_Shizune atenda pra mim! -disse para Shizune.

Que depois de alguns minutos recordou a consciência,e foi atender a porta:

_Ja vai...-respondeu Shizune, procurando a chave.


Dentro do banheiro me enrolei em uma toalha, para atender a porta. Ouvi Shizune dizer algo na sala. Abri a porta do banheiro voltando para sala, para atender a porta encontrei Shizune procurando por alguém:

_Quem era?
_Parece que a pessoa já foi embora Sasuke! -respondeu Shizune.

Quem poderia ser, deve ter desistido com a demora de Shizune ao abrir a porta. Com toda certeza deveria ser o Dobe novamente, quem mais me visitaria alem dele. Afinal nem tenho tantos amigos.

_Você tem certeza Shizune que e a mesma lista?
_Sim o Terapeuta Kakashi, me garantiu que era a mesma que tinha passado pra você. -disse ela confiante.

_Mais não você disse que era pra mim novamente? Não e mesmo? - perguntei, imagina só se aquele terapeuta descobrisse que era eu que estava querendo a lista que joguei fora. Iria curtir da minha cara pelo resto da vida. Foi por isso que usei Shizune para conseguir a lista.

_Não, eu disse que queria uma copia das listas da consulta de Sakura, mais era pra mim e meu namorado. -sorriu Shizune.
_Você também não disse nada para Sakura não e mesmo?
_Não ela não sabe de nada. Qualquer coisa que precisar estarei a disposição Sasuke. - confirmou Shizune.
_Obrigado Shizune, você foi muito Útil!Era só isso mesmo.- despedi de Shizune levando-a ate a porta.

Logo ela se foi, e eu voltei para dentro. Deitei-me na minha cama, olhando a lista, será que me ajudaria realmente?No dia seguinte começarei a seguir cada um dos itens, poderia ser ate mesmo uma ideia estúpida, mais no momento era única coisa que estava ao meu alcance para salvar meu casamento. Sei que seria mais fácil seguir em frente, e deixar tudo pra trás.

_Eu não quero outra Garota! Quero a minha garota- sussurrei fechando os olhos para logo dormir.



--NO DIA SEGUINTE

Ao amanhecer tomei um banho na água fria, para despertar mesmo:


_Você consegue Sasuke!-murmurei olhando meu reflexo no espelho, realmente tinha um grande trabalho a fazer, e o destino não me ajudava.

Mais não desistirei tão facilmente.Depois que tomei meu café da manhã, peguei a lista do tal terapeuta, vamos lá Sasuke Uchiha, seguindo a lista.


“Ter um bom convívio com os familiares de sua esposa.”

Tinha que começar por ali, estava de brincadeira.E aqui estou eu com um buque de flores, detalhe que não são para minha esposa, e sim para minha “adorável” sogra.

_Sacanagem! -murmurei.

Estou eu Sasuke Uchiha, aqui engolindo o meu ódio, e impaciência, na porta dos meus sogros:

TRIM DOM! TRIM DOM!

_Sasuke? - perguntou minha sogra, ao se deparar comigo a frente da porta.
_Bom dia Sr. Mebuki e Sr.Kizashi. - respondi, avistando
_Eu vim aqui pessoalmente para lhes pedir desculpas.
_Sasuke...
_Sim, eu deveria ter me esforçado mais, devido ao meu pouco tempo com pais, eu realmente não sei as vezes o que fazer, quando se trata de família.
_Nos também deveríamos ter mais paciência com você, e nos esforçado para aceita-lo.

_Sei que apesar de não concordarmos em muitas coisas, ambos gostamos muito da mesma pessoa, e faríamos qualquer coisa para a felicidade dela. E por Sakura que estou disposto a pedir desculpas, e pedir a vocês que tanto cuidaram dela uma segunda chance

_se vocês me perdoarem, e me darem uma segunda chance eu prometo me esforçar para ser um bom genro.
_Seja bem vindo Sasuke.


“Conheça-a escute-a e valorize o que ela faz e gosta.”

Estou eu agora escondido em uma sala do hospital, em cima de uma cadeira atrás da porta segurando um vaso de barro esperando a porta Sakura entrar.E essa foi a minha solução, acertar um vaso na cabeça de minha esposa.Como conhecê-la, por palavras seria impossível, a mesma não conversaria comigo, ela sempre me dizia algo sobre “ você não sabe nada sobre mim”só sei de uma única maneira de saber sobre a minha esposa, sendo ela mesma.

E para isso vou usar do Jutsu de Transferência Mental, sim eu vou entrar na mente da Sakura. Um dia na pele dela, acho que resolve o meu problema.

_Você sempre reclama que não sei o que você passa, e que não duraria um dia na sua pele, então e hoje meu bem. - sussurrei

Foi quando a porta fora aberta, joguei imediatamente o vaso em cima de sua cabeça, Sakura caiu desmaiada na mesma hora.

_Desculpe amor! - sussurrei a carregando para uma dispensa dentro da sala, coloquei-a no chão, sentei-me a sua frente, e fico as posições de mãos, realizando o Jutsu de transferência mental.


MINUTOS DEPOIS---

Abri os olhos lentamente, contemplei meu corpo a minha frente desmaiado.Cara realmente eu sou bonito ate desmaiado .

_Deu certo! - respondi ouvindo uma voz fina, e delicada. Levei as mãos ao peito, contemplando o volume de seios, estava realmente no corpo de Sakura.

Escondi o meu corpo verdadeiro trancando a porta, guardei a chave no bolso, assim ninguém me incomodaria.

Agora era só viver a vida de minha esposa por um dia, e pronto. Abri a porta saindo no corredor, tentei imitar um sorrisinho, afinal deveria parecer com ela em tudo, para que ninguém suspeitasse, caminhei pelo hospital. Com pouco tempo senti minha barriga roncar, poxa como estava com fome, ao olhar o relógio percebi que estava na hora do almoço, e mesmo no corpo de Sakura precisava comer alguma coisa, um restaurante qualquer resolveria o meu problema.

Sai para fora do hospital, e caminhava tranquilamente pela calçada,quando subitamente algumas pessoas de mascara se aproximaram de mim rapidamente e fui jogado agarrado e empurrado para um carro, pronto agora fui sequestrado ,fechei os olhos:

_PODEM LEVAR A MINHA BOLSA! - gritei assustado, já entregando a bolsa.

_Sakura? - perguntou estranhando minha reação e tirando a mascara uma loira, e logo após fora seguida por uma duas morenas e outra loira, eram as amigas de Sakura uniformizadas . Pela primeira vez na vida fiquei feliz de serem só as amigas de Sakura.

_Oi Meninas! - sorri disfarçando.
_Sakura nos te procuramos por toda parte!
_Onde você estava?- disse Hinata
_Trabalhando...- diferente do bando de desocupadas, que ficam passeando de carro.
_Sakura você esta atrasada. - disse Tenten, já passando maquiagem em mim, por acaso que espécie de doidas são elas, E atrasada para que?
_ você esta nervosa?- perguntou Ino eufórica sorrindo, mexendo no meu cabelo.Balancei a cabeça sorrindo, pois na verdade nem sabia o que responder.

_Eu trouxe pra você! - disse Tenten mostrando um par de sapatos altos. Por que motivos eu tenho que usar isto, pareciam ter quase 40 centímetros de altura, eu definitivamente não sei usar isto.

_Eu... -tentei falar, mais não conseguia por que elas definitivamente não calavam a boca.

_ Você esta linda Sakura, - disse Tentei que dirigia olhando para trás, por acaso ela sabe que deve olhar a rua quando esta no volante.
_Acelera Tenten! - ordenou Ino, por acaso alguém aqui sabe se ela tem carteira?

_ele já deve estar te esperando!
_Quem? Para que? - perguntei.
_Ah Sakura não vai me dizer que você esqueceu que você prometeu almoçar com o doutor bonitão.
_NANI?


Por que raios de motivos Sakura aceitou um encontro com um cara?Ela não vai a lanche, almoço seja lá o que for com porcaria de homem nenhum. Sakura e minha só minha.

_Sakura você não vai desistir NE?Você prometeu que iria seguir em frente, e esquecer o Sasuke. O Sasuke não te merece amiga você tem que arrumar um homem que te de valor. - respondeu a loira.Há então você e o anjo da discórdia, Sakura não vai me esquecer. Não! Definitivamente nunca.

_O doutor... E bonito! Gentil! Forte!Inteligente... -disse Hinata toda entusiasmada, deixa o Naruto saber disso pra ela ver.

_Nem morto vou fazer isso!
_Chegamos!!!

Foi quando o carro foi freiado bruscamente, e quase atravessamos o vidro para fora. Quem ensinou essa maluca a dirigir?Agora eu morro.

_Eu não vou- disse fechando a cara.
_Ha você vai sim!!! - disse Hinata, será que o superiores delas, sabem que elas marcam encontros em vez de trabalharem?
_Não!- segurei ao banco.
_VAI SIM!

Fui jogada para fora do carro, caindo na calçada, só ouvi o carro acelerando e partir em alta velocidade.E agora estava eu no corpo da Sakura em frente a um restaurante, a mais não sairia com um homem de jeito e maneira nenhuma. Voltaria a pé para o hospital.

Estava disposto a ir embora, quando me veio algo a mente:

“Mais se ele esta tão disposto a sair assim com Sakura, não desistira dela tão fácil.” Pensei, afinal o tal cara, não a deixaria em paz tão facilmente, o jeito que Sakura era gentil e amável, não descolaria da sombra dela tão facilmente.

E se eu desse uma pequena ajudinha, assim só de leve, para faze-lo desistir completamente da minha esposa. E isso Sasuke vamos tirar este babaca da jogada, decidido entrei no restaurante.


Ao entrar, logo fora chamada por um rapaz de cabelos castanhos , espera eu conheço este idiota, era Amai Amai um ninja médico de Kumogakure.

[ATENÇÃO:Todos os personagens mencionados nesta fanfic são do anime Naruto]

Amai estava sentado a mesa, todo sorridente como um palhaço, e o pior e que o cara tem ate uma aparência ajustável, e aquilo o tornava um oponente, que seria rapidamente esmagado.Aproximei da mesa caminhando naqueles enormes saltos, como era difícil, a julgar pela minha nenhuma habilidade em andar de saltos, com toda certeza estava parecendo um travesti andando:

_Ola Sakura querida! - disse Amai, querida e a sua avó animal.
_Ola!

Amai levantou-se imediatamente e me cumprimento com um beijo no rosto,que safado, meu estômago vazio agora começara a embrulhar com o cheiro do perfume de vudu a minha frente.Sentei-me imediatamente a cadeira a sua frente,para me distanciar do safado .

Logo o garçom se aproximou trazendo os cardápios

_O que vocês vão querer? -perguntou o garçom, agora era a hora de arrombar a carteira do safado, sorri analisando o que tinha mais caro no cardápio.
_Eu vou querer uma porção de estrogonofe e vinho. - disse Amai tentando ser modesto.

_Eu vou querer peixe frito; arroz;batatas fritas;molho de bacalhau;lasanha com queijo;frango frito;costela assada; lingüiça defumada e de sobremesa me traga pudim de coco;manja de chocolate com mouse de maracujá; Milk-shake de pêssego e sorvete e um pedaço de torta de maça.-sorri entregando o cardápio, deixando ate o meu “querido acompanhante de queixo caído”.

Depois de alguns minutos de conversa chata, com o paspalho em que a volta e meia, eu limpava o nariz. Cheguei ate a colocar os pés sobre a mesa, tudo para impressionar mesmo.

_Fico feliz de ter aceitado o meu convite.
_Imagina não foi nada, ultimamente venho saindo com qualquer paspalho... - respondi limpando a cera do ouvido.
_O que disse?- perguntou Amai
_Nada querido. - sorri, foi ate que o idiota descaradamente aproximou sua mão da minha na mesa, a esta de brincadeira eu não vou cair nessa, a minha vontade era de pegar os talheres da mesa, e a grudá-la ali.

_Ha eu não te contei sobre meu marido, ele e o chefe da Ambu?Ele conseguiu matar um exercito inteiro de homens em uma só noite, e suas habilidades em esquartejar, estrangular, surpreender e esconder os cadáveres são as melhores. -disse contando as minhas inúmeras formas de acabar com um ser como ele.Para botar medo mesmo.


Finalmente o garçom chega com meu carrinho de comida, nossa porque as garotas tem tanta fome, e eu mergulhei na comida.

_Sakura eu acho você muito competente e inteligente...
_Que nada eu paguei para passar no exame de medicina. -respondi com a boca cheia de comida, lambuzada de molho de churrasco, levei o guardanapo para limpar a boca , o batom todo saiu na primeira limpada.
_Você e a pessoa mais gentil, doce e amável que eu conheço...

_O GARÇON VOCÊ ESQUECEU A PORCARIA DA LINGUIÇA?- gritei para o garçom, me voltei ao estúpido a minha frente.

_ O que estava dizendo querido?- sorri chupando o restante de caldo do prato fazendo aquele barulhinho infernal.
_Que eu estava falando, eu não sei se e muito cedo para isso.-tentava falar Amai que parecia estar vermelho, com toda certeza estava prestes a cometer uma burrada.
_E cedo demais. -disse pegando um pedaço de cochinha de frango a minha frente.
_Você aceita ser minha namorada? - perguntou o príncipe encantado

_COF! COF! COF- engasguei ao ouvir a pergunta, quase morri... Por pura sorte consegui jogar fora a cochinha que estava entalada na garganta que caiu a metros de distancia.

_Sakura você esta bem?

_NÃO EU NÃO ESTOU! - gritei virando a garrafa de água na boca, então o sem vergonha de uma figa, quer namorar a minha esposa? Mais isso não vai acontecer nunca... nunca. Acomodei-me a cadeira depois de me acalmar, com cara de poucos amigos, voltei a encarar o individuo a minha frente.

_Sakura, eu estou apaixonado por você... Você e uma mulher muito especial, sei dos comentários de Sasuke ter te deixado e eu realmente sinto muito.

Sente nada mentiroso, o galanteador barato continuava com seu discurso de meia hora.

_E ele só pode ser um burro! Idiota... Imbecil de ter deixado uma mulher tão incrível como você.

Eu vou mostra quem e o Imbecil aqui seu sapo disfarçado de príncipe encantado, estava pronto para enche-lo de porradas, ali mesmo no restaurante, foi quando algo me surpreendeu:


_Eu sei! O quanto ele representa para você, o tanto que você o admira você já me disse inúmeras vezes que o ama com cada pulsar do seu coração, que seus pensamentos e sonhos de toda sua vida se resumiam nele, e eu já sei que o ama...

_Eu disse isso... - sussurrei chocado, nunca pensara que Sakura me via de tal maneira, realmente estava impressionado.

_Enfim eu sei o quanto ele foi e especial na sua vida, mais estou disposto a tentar...

Por céus, o que estou fazendo aqui, não tem o direito de interferir na vida dela.

_Você e um cara muito bacana Amai, me desculpe por tudo, eu realmente não estou agindo direito hoje, eu tomei alguns remédios e não dormi bem, então você, por favor, desconsidere qualquer atitude ruim que eu tenha feito ou falado. Desculpe-me...

Estava quase saindo quando me lembrei que esqueci uma coisa, voltei à mesa colocando um pouco da comida nos bolsos, então fui embora.

_Thau!! - despedi-me qual é eu precisava de uma comidinha reserva para viagem.


Depois de kilometros de caminhada cheguei ao hospital. Mais andar realmente parecia ser difícil naquele corpo, não dava para decifrar o que mais me incomodava, se era a calça justa, ou o sutiã, ou aqueles calçados altos ou uma calcinha que insistia em entrar a onde não deveria.

_Por que mulheres sofrem tanto! - sussurrei, vendo se ninguém aparecia me encostei na parede, e quebrei os saltos da sandália,levando as mãos as costas desabotoei o sutiã .

_Agora sim!- disse satisfeito, continuei a minha caminhada e entrei no hospital, foi cumprimentado por alguns médicos e enfermeiras.

Foi quando ouvi ser chamada pelo interfone do hospital:

_Doutora Sakura comparece a sala de cirurgia 113! Doutora Sakura compareça a sala cirurgia 113

Essa não, seja lá o que for que querem comigo, não deve ser coisa boa me chamar de doutora e falar de cirurgia, eu precisava me esconder.

Foi só eu dar um passo na direção contraria, que fui subitamente agarrado e puxado, por algumas enfermeiras, que a suspeitar do nosso ultimo encontro era novamente as amigas de Sakura.

_Sakura onde você estava? -perguntou Ino a loira

Ela so pode estar de brincadeira comigo ou sofrem de aminesia , fui vestida com avental e me colocaram uma mascara e luvas cirurgicas, e me entregaram uma bistori. E fui jogada para sala 113 à frente.

Ao entrar na sala me deparo com uma mulher toda suada gritando na maca:

_AAAAAAAAAAAAAA!! - gritava uma mulher na maca com as pernas abertas.
_AAAAAAAAAAA! -gritei assustado com a cena a minha frente, corria um liquido nela.
_Doutora Sakura a bolsa dela estourou! Ela esta tendo um bebê, a senhora vai fazer o parto.
_O QUÊ? PARTO? - perguntei atemorizado, ao imaginar a cena.

Não conseguia processar as palavras a imagem devastadora a minha frente me incomodava, como eu vou fazer um parto! Por céus eu não sei fazer um parto.

_Eu não posso fazer isso! Faz o parto você Ino.Por favo!!! -implorei
_Sakura ela e sua paciente!Você consegue...

E todas as enfermeiras ficaram olhando pra mim, esperando que eu fizesse alguma coisa, que idéia estúpida foi essa de entrar no corpo de uma medica, o Sasuke como você e burro. E a mulher gritava:

_AAAAAAAHHHH ! FAZ ALGUMA COISA.

E a musculatura dela se contorcia, e mais sangue... Sangue.

_Força empurra! Empurra! -dizia Ino acalmando a paciente, que gritava.
_Puxa o bebe Sakura! - disse Hinata

Já que estava encrencado mesmo, só restava fazer o parto.Nunca suei tanto na minha vida, as enfermeiras me auxiliavam e algumas incentivavam a paciente a fazer força, a mesma gritava de dor. Foi quando eu pude ver a cabeça de um bebe:

_Força você consegue! FORÇA VAI!!!- incentivei a moça que gemia de dor.

A cabeça do bebe foi passada, e conseguimos passar os ombros da criança. Finalmente com dificuldades o bebê nasceu.

_NASCEU! NASCEU! NASCEU! - comecei a comemorar de alegremente, nunca senti maior felicidade na minha vida.

O bebezinho a minha frente chorava, quando percebi meus olhos já estavam cheio de lagrimas ver aquela criança dar o seu suspiro de vida em minhas mãos, era emocionante ver um serzinho tão frágil ganhar vida, era fascinante.

As meninas me trouxeram uma tesoura cirúrgica, e eu cortei o cordão umbilical.

_E um menino! -sorri ao ver a criança que chorava,entreguei a criança as enfermeiras que lavaram o bebê na água tirando o sangue, e o entregaram a mãe que chorava emocionada, afinal quem não chorava naquela sala. Realmente era um trabalho incrível, ajudar a trazer a vida, não tinha nada mais fascinante e incrível, nunca pensei que o trabalho de Sakura fosse tão surpreendente.

Olhei a sala, as garotas sorrindo...lençóis sujos e molhados de sangue.E minhas mãos suja por Sangue e um liquido amniótico que saiu do útero, eu disse útero? Eu acabara de fazer um parto...

Esta e uma coisa que eu não sou acostumada a ver, ou fazer normalmente. Senti meu estomago embrulhar, e parecia que eu iria vomitar a qualquer momento:

_Sakura você esta bem?- perguntou Ino, e minhas vistas foram embaraçando e o meu estomago embrulhando, então sai correndo da sala, direto para um banheiro.


---MINUTOS DEPOIS
Estava eu sentado no chão do banheiro das medicas, vomitei tanto que acho que vomitei ate os rins no vaso do banheiro.Realmente eu não servia para isso, levantei-me do chão e fui ate a pia, molhei o rosto com um pouco de água fria, para melhor um pouco.

Foi quando a porta do banheiro fora aberta , e entraram as amigas de Sakura. Por favor novamente não...

_Sakura querida, você vomitou?

_Deve ter sido algo que você comeu! -ensinou Hinata, coitada a se eu soubesse o que foi exatamente que me fez mal naquele almoço, me tornaria vidente.

Olhei a minha imagem ao espelho, foi quando notei que elas começaram a desabotoar os uniformes a minha frente. Quando me viro

_Ue porque vocês estão tirando a roupa? - perguntei sem saber.

_Hora essa Sakura, vamos tomar um banho e ir embora, afinal nosso expediente já acabou! -disse Tenten desabotoando a calça.

Era o que me faltava mesmo, ver as amigas de Sakura nuas, eu devidamente não ficaria ali.

_Sakura desabotoa pra mim?- perguntou Hinata juntando os seios a minha frente, para que eu desabotoasse seu sutiã.

Levei as mãos aos olhos tampando-os, imagina o que o Naruto acharia de eu ter visto os seios da Hinata. Então sai correndo do banheiro feminino, a tempo de evitar ver Ino que já estava nua debaixo do chuveiro.

Eu definitivamente precisava do meu corpo de volta, como ela consegue? Como Sakura faz tudo isso. Realmente tinha uma esposa incrível, que tinha uma vida totalmente conturbada.Com este dia pude notar o quanto o trabalho de Sakura e importante, e a medica, amiga, mulher esposa incrível que ela é. E suas amigas não são tão doidas assim.

Ao chegar à sala onde estava meu corpo, fiz a posição de mãos, fazendo o jutso de transferência de mente, e voltei ao meu corpo.

Ao abri os olhos, e ver que estava de volta ao meu antigo corpo fiquei contente.Mais alguém mais estava de volta, sim e ela Sakura, me encarava assustada.Minha esposa me encarava assustada, depois de tanto tempo me reencontrar ali a sua frente realmente seria um baque.

_O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO AQUI?
_Sakura eu posso explicar!- tentei
_NÃO EU NÃO QUERO TE OUVIR SAIA DAQUI! VOCÊ JÁ ME FEZ SOFRER O BASTANTE SAIA DE PERTO DE MIM! - gritava Sakura, e seus olhos se enchiam de lagrimas.

_Sakura eu preciso...
_SAI DAQUI SASUKE- ordenou ela, se afastando de mim. Era impossível conversar com ela, seus olhos me encaravam com fúria, e a mesma estava disposta a me expulsar de perto dela a qualquer custo, o que foi que tenha sido que eu tenha feito a ela, isso a tinha machucado bastante,naquele momento a única coisa que queria era tirar dela toda amargura e sofrimento que lhe causei, em meio aos gritos e choro só havia uma única solução.

Eu me aproximei dela rapidamente tampando a sua boca, impossibilitando que ela gritasse, seus olhos me encaravam com medo, e bem próximo a ela, ativei o meu Sharingan usando um jutso a hipnotizando.

_Sakura eu preciso que você esqueça tudo... -disse

Os seus olhos se perderam nos meus, como era injusto fazer isso com ela, mais no momento era a única coisa que poderia fazer para tentar trazê-la de volta pra mim. E só por aquele momento usaria daqueles olhos vermelhos marcados por vitorias de sangue, os usaria agora para acalmar a minha esposa.

_Sakura fique calma... Vivemos juntos e somos felizes... - disse acalmando-a

_Eu preciso que apenas me siga. - disse
_Sasuke. - sussurrou meu nome, totalmente fora de si.
_Venha comigo.

A puxei pela mão, a trazendo pra fora, antes que alguém descobrisse que a havia hipnotizado com um jutso.Caminhei com ela pelos corredores do hospital, ate que chegamos a minha moto na garagem.

Ela subiu na moto comigo, e acelerei levando-a para fora de Konoha, qualquer lugar longe dali, não poderia deixar que nada ou ninguém nos incomodasse.Sakura estava sobre um jutso, naquele momento acreditaria em tudo que eu falasse ate que eu a libertasse da hipnose. Precisava naquele momento estar com ela, como antigamente precisava disso. A mesma se segurava em mim, por um abraço. Apesar de estar hipnotizado em um dos meus jutsus, só de saber que ela estava ali comigo, já me fazia sentir melhor.

Percorremos as estradas que atravessavam montanhas e bosques, o vento soprava, a sensação de liberdade era incrível.Foi quando ela soltou seus braços da minha cintura abrindo-os no ar, gritou:

_UUHHHHHHHHHHHHH

_han! -sorri com tal ato dela

_EU ME SINTO TÃO LIVRE!

Continuamos de moto por uma longa estrada, ate que encontrei o lugar perfeito. Assim que parei a moto, ela e eu descemos era uma montanha enorme de frente para um lago enorme. Podia sentir o vento soprando a água e a agitando.

_Que lugar lindo!

Ela estava impressionada com o tamanho do lago, ela estava feliz e alegre como muito a tempo não a via. Mais ela estava hipnotizada isso me perturbava, mais se desfizesse o jutso aquela felicidade que ela estava sentindo a deixaria, e ela voltaria aos choros e gritos e a magoa.

Agora livre de tantos problemas, como se tudo fosse perfeito ela sorria e eu a olhava fascinado, como era linda...delicada... gentil ela era tudo de mim, tudo o que eu não tinha, tudo o que faltava em mim tinha nela. Como eu preciso de você Sakura...

_E impressionante..-respondi.
_Você vai ficar parado só olhando?- perguntou sorrindo segurando o vestido que teimava em voar com o soprar do vento, deixando-a
_han! -sorri.

Ela me encarou com duvidas, e começou a se despir na minha frente, ela retirou suas roupas ficando apenas com as peças intimas como podia ser tão ingênua a ponto de ficar de tal maneira a frente de um lobo mal.

_Vem? - insistiu

Ela sorriu e saiu correndo em direção ao lago, e saltou na água com um único mergulho. Como podia ser tão irresponsável, nem sabia o que podia ter dentro do lago:

_UHHHH ! - gritou nadando para o meio do lago.
_VOCÊ E MALUCA? - sorri
_VEM LOGO! A AGUA ESTA TÃO BOA...-gritava ela no meio do lado.

Olhando-a ali a nadar me rendi, tirei os sapatos e a camisa, e mergulhei ao seu encontro.Aproximei dela, ate que fomos mais para a margem, o possível que meu pé encostasse no chão, ela ficou ao meu lado ali flutuando, enquanto eu a segurava para que a água não a levasse pra longe.

********************Music ON*************
Juane- Para tu amor

******************Musico Of************
_Tudo o que eu queria era tirar todo o sofrimento que causei a você. - disse tirando uma mecha de cabelo do rosto dela.
_Do que esta falando, você me faz tão feliz!- sorriu ela.

_Queria eu ser tudo verdade!

A abracei capturando aqueles lábios rosados, em um intenso beijo. Como sentia saudades daqueles lábios, daquele corpo, como eu sentia falta de minha esposa.

**********Imagem on********














**********Imagem Of**********
Aquele momento era perfeito, estava a minha frente a razão de toda a minha existência e vida, desculpe por não compreender você, por não valorizá-la o quanto merecia.Você e o que tenho de maior valor. Arrependo-me de um dia ter discutido com você arrependo-me do que te falei Arrependo-me do que senti raiva, ódio...
[Para o teu amor, eu tenho tudo
Desde meu sangue até a essência do meu ser]

Ficamos ali por horas, ate o entardecer, por mais que quisesse que aquele momento durasse para sempre não poderia, não era justo. A levei ate a porta de casa. Chegando lá era a hora de libertá-la daquele jutso, e trazê-la a realidade novamente.

Olhando em seus olhos, ativei o sharingan:

_Você teve um dia comum... Você trabalhou no hospital... Almoçou com um cara legal... Ajudou a trazer a vida a uma criança, sorriu com suas amigas, tudo isso porque você tem as melhores amigas, porque você e incrível Sakura...- disse já com os olhos cheios de lagrimas,a libertei da hipnose.

Assim que a libertei...

[Para o teu amor não há despedidas
Para o teu amor eu só tenho a eternidade
E para o teu amor que me ilumina
Tenho uma lua, um arco-íris e um cravo]

Desapareci imediatamente, antes que a mesma me visse.Fiquei a observando de longe ate que a mesma entrou em casa, em poucos minutos pude ver as luzes sendo apagadas, ela estaria já dormindo.




----HORAS DEPOIS
Estou eu aqui em meu apartamento e não consigo dormir, era possível ouvir o badalar do relógio na parede, as horas estão passando e eu não consigo acreditar que tudo acabou.

_O que você fez comigo Sakura- sussurrei virando para outro lado da cama, tentando fechar os olhos, mais quando fecho meus olhos vejo o seu rosto sorrindo para mim e dizendo que me ama. E quando os abria lembro-me da dura realidade, sem você. Por favor, Sakura eu preciso de você volta pra mim. Não estou conseguindo viver sem você.

[Por isso, eu te amo tanto
Que não sei como explicar o que sinto
Eu te amo, porque tua dor é minha dor
E não há dúvidas eu te amo]


Um relacionamento como o nosso não se dissolve da noite para o dia. Eu ainda te amo muito, não quero mais depender de Justus para estar ao seu lado. Levantei-me da cama decidido a encontrar ela, sei que esta tarde, mais eu preciso vê-la, e dizer a ela o que eu sinto.

Peguei as chaves da moto, e de moto fui em direção a sua casa. Talvez eu esteja errado fazendo isso, mais mesmo que você me expulse a gritos, ainda assim seria melhor do que ficar assim, quem sabe o meu lugar é junto de você esta noite.

[Com a alma e com o coração
Te venero hoje e sempre
Agradeço a ti, meu amor
Por existir]

Acelerei a moto, quando entrei na rua da minha casa, contemplei a minha casa em chamas.

_SAKURA? -gritei descendo da moto.

Tinha uma multidão de pessoas em redor da casa, os bombeiros tentando apagar o fogo,que cada vez mais se alastrava, consumindo a casa.

_Sasuke onde você estava eu tentei ligar pra você! - dizia Naruto, com toda certeza tinha perdido meu telefone no hospital mais cedo, e nem tinha notado.

Sai correndo em direção a casa, tentando entrar, mais fui segurado por Naruto e Neji, que me impediam, me rebati querendo entrar na casa. Gritei desesperado a frente da minha casa, que ardia em chamas.

_Sasuke se acalma! - Naruto tentava me acalmar.

_NARUTO ELA ESTA LA DENTRO EU TENHO QUE ENTRAR LÁ!-gritei

_SASUKE NÃO! -Gritava Naruto segurando-me

_VOCÊ POR ACASO QUER MORRER QUEIMADO? VOCÊ NÃO PODE ENTRAR SASUKE.- gritava Gaara me encarando

_EU TENHO QUE SALVAR ELA! SAKURAAAA..-gritava o Uchiha.

As chamas aumentavam, e queimava a casa. Eu não podia ficar ali, eu tinha que salva-la, não vou deixar que você morra Sakura! Não eu não vou.

Acumulei força e consegui soltar uma de minhas mãos, acertei um murro na cara de Gaara, e chutei Naruto que caiu longe, aproveitando o baque de meus amigos. Sai correndo em direção a casa:

_SASUKEEEEE... - gritou Naruto correndo atrás de mim.

Rapidamente sai correndo em direção a casa e pulei em direção a janela da sala, quebrando a vidraça, mergulhei pra dentro da casa.


CONTINUA...
======================================================

Notas finais do capítulo


NO PRÓXIMO CAPITULO:
FANFIC- O LADO CERTO-CAP 11-Com você

O Fogo consumia toda a casa com Sakura dentro, Sasuke entra para salvar a sua amada, mais sera isso possível?

_VAI EMBORA SASUKE! VAI EMBORA.- dizia aos berros Sakura com o rosto molhado de tanto chorar.
_EU NÃO VOU SAIR DAQUI SEM VOCÊ! -disse o Uchiha 

O ultimo capitulo desta fanfic.

EM BREVE: 22/02/2014
[para mais informações acesse Blog SasuSaku Oficial]

By: Tifa Uchiha

PRÓXIMO CAPITULO>>>
<<CAPITULO ANTERIOR

5 comentários:

Kamila Oliveira disse...

Tifa como vc para na melhor parte, eu sabia que ele não tinha traido ela. sasuke a ama...
anem e o ultimo o proximo, não queria que acabace.
esta perfeita a fanfic, a melhor de toda minha vida que li.
bjus

bianca caroline disse...

adoreiii e foi muito engraçada
parabéns tifa

bianca caroline disse...

adoreiii e foi muito engraçada
parabéns tifa

Larissa Haruno disse...

Tifa uma das fanfics mais IMPRESSIONANTES QUE JA LI FOI A SUA, eu me emocionei,ri,fiquei feliz a ao mesmo tento emocionada com o Sasuke fazer de tudo para a Sakura bateu até nos amigos por isso ... essa fanfic e MARAVILHOSA PARABÉNS Tifa <3 bjs ...
A não deixei de notar que essa fanfic e a continuação da sua fanfic Ataque não é ? :)

Anônimo disse...

Adorei to de boca a berta você e 10 ♥ amei