Destaques

moving image by marquee html code      moving image by marquee html code      moving image by marquee html code

O lado Certo-CAP 8


Tifa Uchiha apresenta:

FANFIC O LADO CERTO-CAP 8- Lagrimas 

NO ULTIMO CAPITULO:
_Sakura estou cansado de você tentando mandar em mim, criando confusão, inventando problemas a onde não existe, porque não pode simplesmente me amar como eu sou?
_Sasuke eu...
_Não Sakura! Eu estou tentando, eu me esforço para ficarmos juntos, mais você cria problemas e situações que nós levam a isso.
_Sasuke Uchiha, por favor! - pediu Sakura chorona

Sasuke a olhou nós olhos aproximou-se levando uma de suas mãos ao seu rosto:

CONT...

_Não podemos continuar assim...
_Sasuke? - disse chorona
_Sakura eu preciso de um tempo!

Sasuke beijou a sua testa, abraçou-a e foi embora. Sakura ficou ali o olhando caminhar para longe, ate que o viu virar a esquina, e logo não ser possível mais velo.

**********MUSIC ON**************
Jason Walker- Cry
**********MUSIC OF**************

Ele tinha realmente partido, tinha lhe deixado, Sakura estava atônica ao acontecimento, como fora possível, como o perdeu? Caminhou de volta a sua casa, seus passos eram incertos, mal conseguia se equilibrar sobre o seu próprio corpo.

[Ah não, onde foram todos os anos
E foi realmente vale tudo isso
Magos, que foi entregue a mim
Segurando simplesmente não fazem sentido
Mas a parte mais difícil de deixar ir
É tentar achar uma maneira
Para que você saiba]


Abriu a porta da sala, ao trancar a porta e deparar com sua casa vazia, caiu na realidade:

********Imagem on***********














*******Imagem of*********
_Sasuke você se foi... - disse chorando levando as mãos a cabeça, o baque fora tão grande que não conseguia se sustentar sobre os próprios pés, deslizou na porta ate o chão, chorando.

_haaaaaaaaaaaaaaaa- gritou chorando gritava desesperada, angustiada, tudo o que queria era tirar a dor que sentia no peito.

Sakura chorava tanto, que seus gemidos podiam ser escutados ao final da rua. Depois de tudo que passaram juntos, estavam separados.

[Então vamos chorar, chorar
No ombro um do outro
Chorar até que acabe
Isso não pode simplesmente acabar?]


Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente.E era em tirar esse sentimento de dentro de si que ambos sofriam tanto.
Sakura abraçou-se aos próprios joelhos e chorou... Chorou o restante daquela noite.

Sasuke foi para seu antigo apartamento em Konoha, era visível que estava abatido. Chegou ao apartamento abriu a porta ligou uma pequena luminária. Caminhou entre os moveis, tinha algo que lhe incomodava:

_hun..-suspirava fadigado, como se algo o incomodasse, era como se tivesse algo preso na garganta, cravado em seu peito que doía.Olhou os móveis empoeirados, e o apartamento vazio, sem ela.
Desesperou-se e derrubou os livros da mesa, virou a mesa quebrando-a.

[E nós vamos chorar, chorar
Chorar até que tudo acabe
esteve segurando por muito tempo]


_haaaaaaaaaa! - gritava sentia uma dor profunda no peito

Quebrou uma cadeira, derrubou a estante no chão, quebrou objetos diversos. Pegou um violão pendurado na parede pronto para usá-lo como raquete para descontar sua raiva e a dor no resto dos objetos que restavam. Mirou os objetos da escrivaninha, acertou alguns vasos, livros e parou ao se deparar com um porta-retratos, que tinha a foto de Sakura.

[É hora de nós seguirmos em frente
Estou cansando de tentar achar um motivo porque
Então vamos apenas chorar]


Largou o violão, deixando-o cair e pegou o retrato, Sasuke caiu ao chão:
_Sakura.- sussurrou chorando,debruçando-se em lagrimas. Ao chorar parecia que aquele nó na garganta saia, e angustia que estava sentindo no peito aliviava.

[Eu estive pensando sobre minha vida e
Quanto tempo eu perdi
eu estou pronto para colocar tudo isso para trás
Deixe tudo ser ontem
Mas a parte mais difícil de deixar ir
É tentar achar uma maneira
Para que você saiba]


Horas depois Sasuke levantou-se do chão, sentiu que precisava fazer algo, e não poderia passar daquela noite. Seu sangue ardia, precisava daquilo.

Pegou uma garrafa de vinho, e saiu pra fora, encontrando uma noite gelada de uma madrugada fria. Minutos depois conseguiu chegar ao destino esperado, levou às mãos a porta, esperando para que se abri-se.

[Você pode votar ou sugerir uma melhor
E nós vamos chorar, chorar
Chorar até que tudo acabe
esteve segurando por muito tempo
É hora de nós seguirmos em frente]



TOC! TOC [alguém bate a porta]

A pessoa vagarosamente foi ate a porta atender... Sasuke batia com força na porta tornando o barulho mais pertinente, estava realmente com pressa.

_Já vai! - disse Itachi, com uma força de vontade que era quase impossível se ouvir a sua voz.

TOC! TOC! [batidas a porta]

Em passos serenos Itachi, girou a maçaneta da porta e abriu a porta.

_Sasuke? - disse Itachi ao contemplar o irmão a porta de casa, as 4:00 horas da madrugada, não fazia sentido algum seu irmão lhe aparecer a tal hora da madrugada, seja o que for que ele precisa-se realmente deveria ser importante.

A única coisa que pode ver foi os punhos de Sasuke acertando a sua cara, com um grande soco, que o fez cair no chão.

_Hun..- murmurou Sasuke Uchiha depois de o grande feito.

Itachi levou a mão ao rosto, ensanguentado pelo sangue que escorrera do seu nariz, sem entender o porquê de ter sido apunhalado com tamanha brutalidade,perguntou ao irmão, com cara de pouca paciência.

_POR QUE VOCÊ FEZ ISSO SASUKE? - indagou Uchiha Itachi.
_VAI DIZER QUE NÃO SE LEMBRA DE TER BEIJADO A MINHA MULHER? - disse Sasuke Uchiha.
Itachi então se lembrou do incidente que acontecera na piscina, e da parte a qual beijara sua cunhada, seguida por ser jogado dentro d’água.

_Eu estava bêbado Sasuke. - tentou se defender Itachi.
_Não se preocupe eu também estou... - respondeu Sasuke Uchiha, saindo da casa de Itachi, deixando ele caído no chão.
Depois de ter socado a cara do abusado de seu irmão se sentia mais aliviado, não conseguia compreender como Itachi fora capaz de tal ato.

E meio tonto pelo excesso de álcool, voltou-se caminhando sozinho entre as ruas, ate que sem perceber chegou a frente de sua casa, ficou por horas olhando a janela, mais não tinha coragem de entrar, por mais que o seu coração pedisse para entrar e gritar o nome dela, e voltar pra dentro. Não conseguia...

[Estou cansado de tentar encontrar uma razão para o porquê
Então vamos só chorar]


Não tinha forças... Não tinha coragem... Decidiu esquecê-la, deu ao tempo a missão de concertar o que tinha se perdido, decidiu enterrar todo o sentimento que tinha por ela... Deitou-se na grama, passou a noite olhando o céu, as estrelas não brilharam aquela noite... Com o sol Sasuke se foi.

Ao amanhecer Sasuke pegou qualquer missão,só para sair de Konoha, Sentia se sufocado em Konoha tudo que olhava todos os lugares lhe traziam lembranças de Sakura, e aquilo lhe incomodava. Foi para qualquer lugar, não importava aonde, a única coisa que queria era estar o mais longe possível dali, julgava que a distancia o afastaria de tudo, de sua casa, de sua esposa de seus sentimentos.


---DOIS MESES DEPOIS
[12:45 REFEITORIO DO HOSPITAL DE KONOHA]
E sozinha em casa Sakura ficou por dois meses, já havia se cansado de mandar mensagens com :

“Me perdoe” ou “Volta pra mim”, pareciam ser todas ignoradas pelo Uchiha.

Sua vida estava monótona, nem fazia mais questão de estar em casa, ficava horas e horas no hospital tentando disfarçar o tempo, e não pensar nele, mais era difícil. Nem os plantões excessivos e seqüentes, ou o sono conseguia espantar tais pensamentos. Quando se ama por anos, dois meses não são nada.

Sakura estava sentada sozinha na mesa do refeitório de Konoha mexia com o garfo a comida no prato, com o semblante triste, desde que Sasuke fora embora não dormia bem, e mal tinha vontade de se alimentar, ficara tão deprimida e desiludida da vida que nada parecia ser bom.

Tentava se ocupar com os pacientes mais sempre Sasuke vinha a sua memória, aparecendo em seus sonhos, tornando-os pesadelos. Afastara-se de todo mundo estava almoçando sozinha no refeitório do hospital. Foi quando algo lhe incomodou, exatamente duas enfermeiras,que estavam sentadas almoçando na mesa ao lado conversando:

_Pois foi o que ouvi Fugai, parece que o bonitão do Sasuke Uchiha esta se divorciando. - disse a amiga toda entusiasmada.

Neste momento o sangue da rosada subira a cabeça, chamar o seu marido de bonitão elas realmente estavam procurando. Mais continuou a escutar as desaforadas.

_jura? Eu estou tão feliz... Quem sabe eu tenha uma chance agora! Ele e tão lindo!- respondeu animada Kila, uma garota ruiva.

_Que estúpida a mulher dele, como pode ter o deixado escapar. - respondeu Fugai uma garota de cabelo preto.

_Ha mais ouvi falar que ele abandonou ele e gritou pra todo mundo ouvir que ela era feia e que parecia um homem... Foi o maior vexame- disse Kila

Duas duvidas lhe pairava na cabeça realmente não a estavam vendo, ou simplesmente a ignorava. Com certeza não sabia quem era ela, seriam enfermeiras novatas transferidas pois se soubessem, não falariam da sua chefe assim.

Sakura roçou com força o garfo no prato, quase o quebrando. Como podiam chamá-la de estúpida? E quem falou que ele a tinha chamado de feia e que se parecia com um homem?Como as mentiras corriam. E o que ela podia falar de feiúra, com aquele cabelo ruim seboso, e aquele nariz enorme.

_Mais também ele casou com ela forçado, parece que ela estava grávida. -argumentou Karui.

_O golpe da barriga! Kkk só podia. - respondeu rindo.

Sakura já estava pronta para arrancar a cabeça delas, mais suspirou fundo para não perder a paciência e fazer um escândalo. Como podiam falar uma coisa dessas, nunca ficou grávida. E fora Sasuke que pedira sua mão em casamento porque a amava, nunca em hipótese alguma seu casamento tinha sido resultado de um golpe.

_Parece que ela trabalha aqui no hospital Fugai! -disse Karui

_Mais ela deve ter tanto chifre na cabeça que nem deve conseguir passar na porta.

Aquilo já era uma afronta a Sr Uchiha, chamá-la de Idiota, feia dizer que ela tinha dado o golpe da barriga, e ainda dizer que ela era chifruda.

_ Perdão o Senhor! Mais eu vou mandá-las para o inferno... -sussurrou a rosada.

Sakura pegou seu copo de suco e levantou-se da mês , aproximou-se da mesa, as duas que fofocavam nem repararam sua aproximação. Sakura que nunca fora de atacar ninguém pelas costas, levou a mão ao ombro da garota a chamando:

_Com Licença?

Assim que a mesma se virou, Sakura jogou o suco na cara dela, molhando-a toda.

_OHHHH -gritou Karui assustada.

_OHHH! POR QUE VOCÊ FEZ ISSO?- perguntou sem entender Fugai.

_Para esfriar a sua língua! -disse Sakura friamente.

Naquele momento elas entenderam o porquê de Sakura a atacar, ela era a esposa do Uchiha de quem falava a garota ruiva então se levantou da mesa, todos do refeitório se aglomeraram em redor das duas depois do ocorrido, realmente nunca tinham visto a doutora Sakura tão raivosa, a ponto de jogar suco na cara de alguém:

_Então você e a ex-esposa de Sasuke Uchiha? - perguntou Fugai

_A única e atual esposa! Sakura Uchiha pra vocês. - respondeu à rosada seria.

_Não e o que os comentários falam... -provocou a ruiva.

_As pessoas falam muitas coisas que não coincidem com a verdade. Sasuke me ama, ele é só meu, e de ninguém mais. -disse a rosada.

_Então por que ele te abandou? -desafiou a garota.

_VISHHHH - todos em redor.

Sakura olhou para cara da garota, suspirou profundo.

_Ele não me abandonou! Só estamos dando um tempo... -respondeu a rosada.

_Sei um tempo pra conseguir se livrar de você!Admita que estão se divorciando. Isso e se já não se divorciaram e esta escondendo-sorriu a garota.

_Não estamos... Eu ainda sou Sakura Uchiha. Você não sabe nada do que esta falando, você e só uma enfermeira, se fosse você moderaria as palavras quando for falar com seus superiores.

_Haaa... E quem você è?

_Eu sou só a Medica chefe deste hospital. Você não tem chance nenhuma com meu marido, pois querida EU estou bem... Bem acima de você. Mais não vou perder meu tempo discutindo com uma pobre coitada como você. -afirmou Sakura.

_UHHHH VISH ! -todas gritavam eufóricas, contemplando a chefe dar uma esculachada na novata.A rosada deu as costas para a enfermeira novata, caminhando para fora do refeitório, não estava com cabeça e nem tempo pra perder.

Ela estava quase saindo do refeitório, foi quando ouviu a garota gritar:

_VOCÊ E UMA CHIFRUDA DIVORCIADA. -gritou a garota

Sakura suspirou com raiva, e virou-se de volta para garota, ela tinha passado dos limites:

_EU VOU ARRANCAR A SUA CABEÇA! - gritou à rosada.

_BRIGA ! BRIGA! BRIGA - gritaram as enfermeiras no local fazendo um circulo em volta das duas.

Sakura caiu de pancada na garota, disparando vários golpes, a garota revidou chutando a barriga de Sakura, que tossiu com o impacto. Sakura, com velocidade agarrou-se a garota enchendo-a de socos, a garota agarrou-se ao cabelo de Sakura puxando-o, a rosada deu-lhe um soco no estomago , fazendo-a cair metros de distancia no chão próxima as mesas. O refeitório do hospital havia se transformado em um ringue de pancadaria, nunca se vira hospital mais movimentado.

Sakura foi caminhando em sua direção, e a puxou debaixo das mesas pelo cabelo, arrastando-a pra fora, jogando-a no meio do salão novamente, soltou ela.

A garota levantou-se e tentou golpear Sakura, que se defendeu do chute, e voltou-se a garota acertando-a com murros no rosto. Foi quando sentiu algo ser acertado em sua cabeça com força, ficou tonta.

A amiga da garota tinha acertado uma garrafa de vidro na cabeça de Sakura, que não esperava que a outra garota também fosse atacá-la, acabou sendo golpeada, os cacos feriram sua cabeça, e o sangue escorreu sobre a sua testa. Ate as pessoas que estavam no local se assustaram o sangue corria no rosto de Sakura, Sakura colocou a mão sobre a cabeça, retirando os cacos, tinha sido ferida brutalmente:

_Esta legal se vocês querem jogar sujo! -disse a rosada limpando o sangue do rosto com as mãos, que continuava a correr.

O rosto da rosada estava molhado pelo sangue, realmente aquela briga tinha chegado ao extremo, elas o tinha golpeado seriamente, estava na hora de acabar com aquilo, ela uma ninja rank “a”, não seria derrotada por duas idiotas. Sakura caminhou em direção a parede do refeitório, e pegou um dos tacos de sinuca presos na parede.

_Eu vou mostrar as duas linguarudas o que e mexer com Sakura Uchiha.

A rosada virou-se rapidamente acertando o taco na garota intrometida, que desmaiou no mesmo instante, com a força da pancada ficaria horas assim.

Ela segurou de ambos os lados do taco, e o levou com força a sua cocha, quebrando em duas partes. A garota a olhou assustada, a rosada então sorriu:

_Han..Agora só falta você! -ameaçou a rosada, balançando os pedaços do taco.

A garota começou a dar passos pra trás com medo, Sakura caminhava em sua direção com um olhar mortal:

_ O que foi queridão gato mordeu a sua língua?

A garota tentando se afastar acabou que por encostar-se a uma das mesas, sem saída. Sakura arremessou os tacos, no rumo da garota, que se enfiaram na parede. Sakura tinha errado de propósito, pois a mesma era muito boa de mira, pois queria assustá-la. Sakura continuou a se aproximar da garota.

_Então você acha que pode roubar meu marido?- desafiou Sakura
_Não... Não..não - dizia a garota tremendo de medo
_Eu vou lhe mostrar o motivo do porque não mexer comigo. -ameaçou

Aproximando o punho da cara da garota. Sakura estava pronta para acabar com ela, quando foi interrompida, por suas amigas:

_SAKURA NÃO FAÇA ISSO! - gritou sua amiga.
_SEGUREM ELA! - ordenou Tsunade ao ver o sangue correr no rosto de Sakura, e uma garota desmaiada no chão, que espécie de ringue tinha se tornado o refeitório daquele hospital. Hinata e Ino correram para segurar à amiga:


_SAKURA SOLTA ELA!
_ME DEIXA! -gritou a rosada, e as meninas a seguraram afastando-a da garota, que após Sakura ser contida, segurada continuou a lhe encher a paciência.
_SUA ABANDONADA OLHA O QUE VOCÊ FEZ COM O MEU CABELO! SUA CHIFRUDA.
_EU VOU FAZER VOCÊ ENGOLIR A LINGUÁ! -gritava à rosada, tentando se soltar, e as meninas faziam força para segura-la.
_CALA A BOCA GAROTA! -gritou Ino, segurando à amiga
_O QUE FOI LOIRA OXIGENADA!- desdenhou a abusada, aproveitando.
_NÃO FALA ASSIM DA MINHA AMIGA! - disse Hinata, tentando defender Ino.


Mais a garota estava com a bruxa no corpo mesmo, estava tão furiosa de ter apanhado, que agora estava jogando faísca pra tudo quanto e lado.

_VOCÊS TRÊS SÃO UM BANDO DE CORNAS. -gritou a garota

Há mais foi só ouvir o xingamento da garota, que ate a raiva de Sakura passou para as duas, a garota realmente era abusada, e precisava de levar umas pancadas, e quem melhor pra fazer isso se não a própria Sakura. Ino olhou pra Hinata piscando, e disfarçadamente soltaram a Sakura, que saiu correndo e pegou a garota de porrada.

_AGORA VOCÊ VAI VER!- Gritou à rosada correndo atrás da garota, com raiva.

_SEGUREM ELA! -gritou Tsunade.
_ELA ESCAPOU TSUNADE! -disse Ino se defendendo, enquanto Sakura batia na garota.As duas riam contentes vendo Sakura bater na garota.
_PEGUEM ELA... - ordenou Tsunade, vendo o estrago que Sakura fazia na garota.

_EU VOU ACABAR COM VOCÊ - Gritou à rosada, com raiva.


Sakura dar um show de pancada na garota, Sakura a joga contra a mesa que se quebra toda, Sakura agacha-se no chão e a pega pelo pescoço.

Os olhos verdes de Sakura encaravam a garota com fúria, nunca se vira ela tão grilada, realmente a garota tinha lhe irritado bastante, Sakura começou a dar socos no rosto da garota, mais Tsunade como Hokage não poderia deixar que tal coisa em um hospital acontecesse.

_SAKURA PARE! EU SEI QUE VOCÊ E MAIOR DO QUE ISSO, NÃO DEIXE QUE A RAIVA TOME CONTA DE VOCÊ.- tentou acalmá-la Tsunade

A rosada a puxou pelo pescoço e aproximou-se do ouvido da garota e sussurrou:

_Espero nunca mais ouvi-la falar de mim, pois se isso acontecer e eu te pegar, eu vou te bate tanto que você nunca vai falar mal de mim... Pois nem vai se lembrar de mim... Há! Não vai se lembrar nem de quem você é. -sussurrou ameaçando, soltando a garota sobre a mesa.

Sakura largou a garota sobre a mesa, e caminhou para a porta do refeitório, as enfermeiras abriam passagem para a rosada, que caminhava toda suada, passando por Tsunade:

_Eu sabia que você conseguia. - disse Tsunade.

_Gomenasai Tsunade-sama! [desculpa] - disse Sakura, saindo do refeitório e indo embora.

Deixando comida espalhada para tudo quanto e lado, e varias mesas quebradas e enfermeiras assustadas, e duas garotas aterrorizadas que nunca mais em suas vidas vão mencionar o nome da rosada, ou muito menos tentar ou pensar em se aproximar de seu marido.Ino e Hinata correram atrás de Sakura para ajudar a amiga, que logo fora hospitalizada, devido aos vários cortes na cabeça.



---HORAS DEPOIS
Sasuke tinha acabado de pegar as informações de uma nova missão na Ambu,tinha chegado de uma de manhã, e no dia seguinte sairia para outra missão,acreditava que se ocupasse todo o tempo que tinha em treinos e missões, fazia esquecer-se de si próprio, e assim não pensar em Sakura, desde que saiu de casa nunca mais tinha a visto. Parecia que o casamento era única coisa que os unia, tinham rotinas diferentes, viviam em lugares diferentes e tinham hábitos diferentes, talvez fosse as ‘diferenças” que os distanciaram tanto, para chegarem a tal ponto.

A noite saiu para comprar um Lamen,depois de voltar a morar sozinho, vivia a comer na rua, não fazia comida para si, sua saudável dieta passou a ser composta de pizza, congelados e salgados, e qualquer outra comida pronta que se vendesse na rua.

Chegando a barraca de Lamen, pediu o de costume:

_Um Lamen com queijo, por favor.

_Sim senhor.

Sentou-se em um dos bancos da banca, aguardando seu pedido, quando ouviu alguns homens conversando ao lado, não era de ficar notado conversa dos outros, mais algo lhe inquietou naquela conversa:

_E hoje La no hospital soube que rolou a maior briga Arashi.

_Não brinca Rinji, no hospital. Quem?- perguntou Arashi entusiasmado

_Uma medica duas enfermeira se pegaram de pancadaria no refeitório do hospital, diz que ate Tsunade teve que ser chamada, a Medica estava dando a maior surra nas duas enfermeiras.

_E eu achando que hospital era um lugar chato!



O Uchiha, logo se lembrou do hospital onde Sakura trabalhava, e sua esposa era medica, seria ela. “Não, existem muitas medicas no hospital, não deve ser a Sakura” pensou.E Sakura não era de brigar fácil, com toda certeza deveria ser outra garota.

_Sr seu pedido. -disse o vendedor entregando uma tigela com lamen para Sasuke,que começou a comer, mais parecia que os indivíduos ao lado, teimavam em lhe chamar a atenção, para conversa.

_E parece que a briga foi por causa de homem, a medica deu a maior surra na garota só por ter falado do marido dela! Imagina o que ela faria se pagasse este homem a traindo? -imaginou o homem.

Sasuke naquele momento engoliu seco, meio assustado, e se tal possibilidade acontecesse, não tinha noção de qual seria a reação daquele ser do mal de cabelo rosa:

_Ela acabaria com ele! Enforcaria o coitado!

_Eu acho que ela castraria o pobre infeliz.- imaginou o homem

-COF! COF! COF- Sasuke tossiu engasgando com o lamén, imagina se passasse pela cabeça da Sakura que ele estava com outra, ela arrancaria sua cabeça sem dó nem piedade.

_ Onde estão elas agora?- perguntou Arashi rindo.

_Parece que a medica esta internada, disseram que ela foi acertada na cabeça com uma garrafa de vidro. Mais mesmo assim conseguiu acabar com as duas sozinhas.

_ Rinji a garota e realmente forte em! Você sabe quem e ela?

_Não, não disseram quem era, mais parece que ela e uma das chefes do hospital... Tem algo também mais não me lembro direito...

Sasuke tentava não se incomodar com a noticia “pode ser qualquer uma Sasuke” pensou. Levou a mão ao queixo preocupado, e se fosse Sakura, ela estaria internada, ferida assim tão gravemente, não podia ser ela “não e ela.” pensou.

_Ha lembrei ela tem o cabelo rosa.

Naquele momento não havia mais duvidas era Sakura, quantos mulheres de cabelo rosa medica tem em Konoha.

_Sakura! - sussurrou preocupado.

Era a sua esposa, Sasuke levantou-se imediatamente, foi correndo em direção ao hospital, abandonando a comida deixou o dinheiro sobre a mesa, o dono da barraca ate gritou para devolver o troco, mais o Uchiha nem teve tempo de responder, estava ocupado demais. Se perguntava como sua esposa tinha uma ima para problemas, como ela tinha se envolvido em briga em um hospital?

Chegando ao hospital, fora entrando e perguntou à recepcionista.

_Qual o numero do quarto da Medica Sakura?

_O horário de visitas já acabou. -respondeu à feliz e “gentil” funcionaria sem nem ao menos olhar na sua cara mexendo no seu celular.

_Moça eu preciso vê-la. - insistiu Sasuke

_Terá que aguardar o horário de visitas. Volte aqui amanhã as 10:00 !- alertou a enfermeira se sentindo a dona do hospital.

_Mais eu preciso... -tentou

_O senhor pode se retirar, por favor, ou vou ter que chamar os seguranças. - ameaçou a bruxa, fazendo sinal para os seguranças, dois homens enormes e gordos que o olharam fazendo cara feia se aproximando de Sasuke.

_ O HOSPITAL ESTA FECHADO SENHOR. -gritou o segurança, cercando a passagem para o corredor que dava acesso aos quartos.

hum... - murmurou o Uchiha saindo com raiva, quem eles eram para dizer se podia ou não ver sua esposa.A sua vontade era de bater naqueles funcionários idiotas, mais causar outra briga no hospital não seria uma boa opção.
Não desistiria tão fácil assim, precisava encontrar um meio de entrar ali,o prédio do hospital era alto.
Precisava entrar lá de qualquer maneira, mais eles não o deixavam.

_Horário de visitas, que estupidez!-murmurou o Uchiha.

“espera e se eu não for uma visita” pensou. Tinha encontrado a solução do problema, Foi ate a lavanderia que estava ao lado, arrombando a porta entrando , pegou um jaleco branco e colocou a mascara na boca de medico. Ficando disfarçado de medico, pegou um carrinho de medico.

E entrou no hospital empurrando o carrinho, facilmente passou pelos funcionários que o deixaram passar pensando ser ele da área medica.

Foi olhando cada quarto, e nada da garota de cabelos rosados.Caminhou nos dois andares do hospital procurando e nada.Foi ate que chegando para entrar no quinto andar do prédio, um segurança o barrou.

_Aonde pensa que vai doutor?- perguntou o segurança

_Eu estou indo trocar o soro da paciente Sakura, o senhor por acaso sabe em qual quarto ela esta?- perguntou Sasuke.

_A doutora Sakura esta no quarto 205! Mais o senhor não pode entrar sem autorização especifica. Onde esta o seu crachá? - perguntou o segurança.

Devido a muitos pacientes serem membros da elite de Konoha, e ninjas secretos feridos em missões secretas, e receberem tratamento especial necessitava de autorização especial para entrar. O que faria agora, não tinha nem crachá muito menos autorização,

_há. Autorização, eu tenho e claro me deixaeu ver onde eu coloquei. -O Uchiha virou-se pegando um pano no seu carrinho, o molhou com álcool.

_Aqui esta!- disse Sasuke,virando-se rapidamente sufocando o segurança com o pano, ate que o mesmo desmaiou por causa do álcool.

Sasuke depois de arrastar o segurança para um canto do corredor, escondeu seu carrinho e retirou a mascara da boca,e saiu pelo corredor procurando o quarto da rosada:

_205... -sussurrou saindo em direção ao quarto antes que alguém o barrasse.

Em um corredor pouco iluminado, foi procurando pelo numero do quarto:

_ 201... 203... 205 e este. - sussurrou, levando a mão a maçaneta da porta.

Ao abrir a porta Sasuke, contemplou Sakura deitada dormindo, há tanto tempo não a via, que tantas vezes sonhara em vela novamente, que se perguntava se esta imagem não seria mais uma obra de ilusão de seus sonhos.

Os cabelos rosados, a pele branca o rosto de um anjo que tanto aparecia em seus sonhos, agora estava a sua frente em um quarto escuro, a pouca iluminação que continha era a dos visores dos aparelhos, que mediam seus batimentos. Aproximou-se silenciosamente dela que dormia serenamente, com certeza devido a efeito de remédios, sua testa continha cortes pequenos, resultado do vidro, e tinha alguns hematomas nos braços. Vela ali tão frágil machucada lhe doía o coração. Abaixou-se para ficar mais próximo a ela.

_Sakura... O que você fez meu anjo!

Levou a mão com cuidado, retirando algumas mechas do seu cabelo rosa da testa, contemplando o rosto de sua amada. Acariciou-lhe o rosto com as pontas dos dedos, Sakura sentindo a presença do Uchiha ainda sonolenta mexeu-se, abrindo os olhos:

-Sasuke-kun ? -sussurrou Sakura

O Uchiha estremeceu ao ouvir a sua voz,aproximou-se do seu rosto e a olhando nos olhos pode contemplar aqueles olhos verdes de novo,sorriu dizendo:

_Você ficara bem... Sakura! -disse dando-lhe um beijo em sua testa, e Sakura pensando ser um sonho velo ali novamente ao seu lado, caiu no sono novamente, devido aos efeitos dos anestésicos. O hospital já havia fechado mais Sasuke ficou ao lado dela por aquela madrugada.

Quando foi de manhã, antes que as enfermeiras viessem visitá-la, saiu rapidamente. Logo em seguida saiu de Konoha para mais uma missão.


---DIAS DEPOIS

Sasuke deixou que sua vida seguisse o rumo, se entupia de missões e afazeres. Não atendia os telefonemas.
Sakura recebera alta e acabara de chegar a casa, ouviu o telefone da sala tocar:

TRIM! TRIM! TRIM [telefone da sala tocando]

Sem muito animo saiu a sala, para atender ao telefone

_ALÔ? - perguntou Sakura segurando o telefone, mais nada se ouvia do outro lado da linha.Um silencio profundo silenciava o outro lado da linha.Agarrou-se ao telefone e disse:
_Sasuke?- perguntou animada, mais nenhum som se ouviu do outro lado da linha.
_Sasuke se for você? - perguntou, e nada se ouviu no telefone.
_Eu te amo Sasuke...
Do outro lado da linha, Sasuke ouvia, quase chorando
_Por favor volta pra casa.

TUU! TUU! [telefonema e desligado]

Sakura depositou o telefone no gancho, deveria ser ele pensou.
Do outro lado da linha Sasuke no meio da floresta em uma missão, guardava o telefonema no bolso, precisava ouvir sua voz para ver se ela estava bem. Estava preocupado havia dias que ligava pra casa, para saber se ela já estava de volta do hospital.
Os vários momentos sozinhos, e o rumo que sua vida tomara, o puxava cada dia mais para a escuridão. No meio do nada em uma floresta, a solidão lhe incomodava precisava de ajuda, estava abatido, a angustia perfurava seu peito. Só de ouvi-la não resolvia todos os problemas, mais parecia que se tornava mais fácil enfrentá-los. Por mais distante que estivesse não conseguia deixar que ela se fosse...


--- 4 SEMANAS DEPOIS

Por algum tempo e possível enganar o coração, e se esconder atrás do trabalho com desculpas de dias corridos, mais chega um momento em que não e mais possível correr, e a verdade nos aprisiona, impossibilitando qualquer saída, e neste momento em que você afunda, e mergulha na solidão.

Depois que voltara da missão não tinha mais visto Sasuke, então Naruto resolveu procurá-lo.


TOC ! TOC ! [Naruto bate na porta]

_Sasuke?- grita Naruto a porta do apartamento.

E um silencio mutuo invadia o apartamento, e nada, nenhum sinal de alguém abrindo a porta:

_Teme abre a porta? Eu sei que esta ai! ABRE A PORTA TEME!- insistia Naruto pelo lado de fora.

_Ele não esta! -respondeu Sasuke disfarçando a voz lá de dentro.


Realmente Sasuke estava muito mal, a ponto de imitar uma voz, para expulsa-lo.

_Acha mesmo que eu não sei que e você teme. ABRE ESTA PORTA. -batia Naruto na porta.
_Vai embora Naruto, eu não quero ver ninguém. - resmungou o Uchiha deitado no sofá levando mais um pouco de batata frita a boca.
_TEME SE NÃO ABRIR EU VOU TER QUE ARROMBAR A PORTA!- ameaçou Naruto batendo na porta.
_Se fazer isso eu vou ter que te prender. - avisou o Uchiha com pouco caso, acomodando-se no sofá, tomando mais refrigerante.

_ENTÃO VEREMOS... -ameaçou Naruto.

_Sai do meu pé chule! Vai embora Dobe.

_Sasuke, e Já tem semanas que não vai à academia, por acaso esta planejando passar o resto do mês enfiado neste apartamento? Cara abre esta porta.

O silencio foi à única resposta ouvida pelo Uzumaki que já estava perdendo a paciência com o amigo.

_ESTA BELEZA SASUKE, VOU ARROMBAR A SUA PORTA! ESTA ESCUTANDO?VOU CONTAR ATÉ TRÊS PARA VOCÊ ABRIR ESTA DROGA DE PORTA. - avisou o Uzumaki.

_1..2..

CONTINUA...
======================================================

Notas finais do capítulo


NO PRÓXIMO CAPITULO:

FANFIC- O LADO CERTO-CAP 9-Má Sorte
O que acontece com um homem casado quando ele sai de casa?

 _CRUZ CREDO! TEME O QUE ACONTECEU COM VOCÊ?Você esta se destruindo depois que abandonou a Sakura! - grita Naruto, assustado com a figura a sua frente.
_NÃO! NÃO... NÃO FALA ESTE NOME, EU NÃO QUERO OUVIR O NOME DELA. - gritou o Uchiha, enfiando a cabeça no meio do travesseiro.

EM BREVE: 08/02/2014
[para mais informações acesse Blog SasuSaku Oficial]


By: Tifa Uchiha

PRÓXIMO CAPITULO>>>
<<CAPITULO ANTERIOR

8 comentários:

Larissa disse...

ESTE CAPITULO FOI DEMAIS
EMOCIONANTE.
chorei com a musica
perfeito Tifa! eu amo esta fanfic
esta linda, amei o sasuke no hospital por sakura.
bjus Lari.

Anônimo disse...

amei anciosa pelo proximo capitulo
><

Anônimo disse...

Amei tifa muito legal ♡♥♡♥:-D

Anônimo disse...

Amei tifa muito legal ♡♥♡♥:-D

Beatrice disse...

*-* to amando essa fanfic tifa to louca pro proximo capitulo *¬*

kaylla zurahymey disse...

adorei. *.* sempre me surpreendo.
ansiosa para o próximo. ^///^

Év Uchiha! disse...

Tu e doido é muito legal eu adoro sua fanfic mana Tifa eu te adoro!! E amo o sasuke tambem♥♡♥....

Év Uchiha! disse...

Tu e doido é muito legal eu adoro sua fanfic mana Tifa eu te adoro!! E amo o sasuke tambem♥♡♥....