Destaques

moving image by marquee html code      moving image by marquee html code      moving image by marquee html code

O lado certo-CAP 7



Tifa Uchiha apresenta:

FANFIC O LADO CERTO-CAP 7- Não me deixe

NO ULTIMO CAPITULO

_ Em todos os anos de carreira que eu tenho, nunca havia visto algo parecido!Vocês dois são totalmente incompatíveis! Se eu tiver mais um cliente como vocês eu juro que desisto desta profissão.
_ O que sugere?
_SO EXISTE UMA ÚNICA SOLUÇÃO
_Qual?
_O DIVORCIO!


CONTINUAÇÃO...

_nani?- disseram o casal em conjunto

_Não sei por qual milagre este casamento de vocês sobreviveu estes últimos anos.Mais pra mim na atual situação que se encontram agora, só existe esta opção:

SEPAREM-SE IMEDIATAMENTE! DIVORCIENCE - bradou o terapeuta exausto.

_ O que? Divorcio? - perguntou Sakura, que ainda tentava processar as palavras.

Desde pequena sempre amou Sasuke, e há anos estavam casados, por mais que brigassem estavam sempre juntos. E Sakura ainda o amava acima de tudo, Sasuke por outro lado tinha se acostumado a presença de Sakura, apesar de não ficar se declarando a todo momento que a amava, ficar longe dela lhe incomodava.As palavras do terapeuta realmente os incomodaram, divorcio seria uma atitude drástica demais, ate mesmo Sasuke saiu a defesa de seu casamento:

_Quem você pensa que é? - interrogou o Uchiha com raiva.

_Nani...- estranhou o terapeuta a pergunta do Uchiha, que agora resolvera cooperar para seu casamento.

_Não tem o direito de falar isso pra gente! - disse a rosada apoiando seu marido.

_Você tem razão Sakura! O senhor por acaso já foi casado? - perguntou o Uchiha unindo a sua esposa, para enfrentar o terapeuta.

_Não... - respondeu o terapeuta sendo pressionado contra o casal

_Já amou alguém antes?- perguntou Sakura Uchiha levantando-se e aproximando do terapeuta que já estava ficando com medo dos dois.

_Não...- respondeu o terapeuta não entendendo a reação do casal

_Então não venha me dizer o que devo ou não fazer com meu casamento. - ameaçou o Uchiha apontando o dedo na cara do terapeuta, que já estava tremendo de medo.

_O senhor realmente não entende de Nada! - acusou Sakura desapontada, cruzando os braços

_Vamos embora Sakura!

_Sim! Vamos.

Os dois levantaram-se, e já estavam próximos a sair do consultório, quando o terapeuta grita:

_VÃO ACABAR SE SEPARANDO MAIS CEDO OU MAIS TARDE! VOCES SÃO MALUCOS!- perguntou o terapeuta levantando-se da poltrona.

_Maluco vai ser o senhor, que vai ficar se não parar de palpitar no meu casamento! - ameaçou o Uchiha, batendo a porta.

Sasuke e Sakura saiam fora do prédio do terapeuta, finalmente encontraram algo em comum de que não gostaram o terapeuta:

_Você tem razão Sasuke, este terapeuta e um velho idiota.

_Eu não te disse!


--MINUTOS DEPOIS

Caminhava em direção ao distrito Uchiha, a rosada ao lado de Sasuke, que caminhava com seu semblante serio de sempre, e com as mãos ao bolso, era rara as vezes que se dava ao luxo de caminhar com ele na rua a publico, Sasuke quase não saia. Nas ruas era possível ver as pessoas nós comércios, nas praças, mesmo já quase escurecendo o dia, foi ate que algo perturbou a rosada.

Ela olhou um, depois outros casais que caminhavam com as mãos dadas, bem juntinhos. Tinha vários casais sentados na praça, tomando sorvete, enfim faziam coisas juntas. Não entendia porque com ela era diferente, Sasuke caminhava sem ao menos seguir o ritmo de seus passos,nem era possível serem discernidos como um casal. Isso de certa forma a incomodava.

Sakura acelerou um pouco os passos, e se jogou nos ombros de seu marido, que lhe olhou sem entender, a reaproximação repentina de sua esposa:

_O que?- perguntou o Uchiha, tendo Sakura pendurada ao seu ombro, agarrada ao seu braço.

_Sasuke eu quero tomar Sorvete!- disse sorrindo.

_Tem sorvete em casa, depois você toma. -respondeu

_Não eu quero outro, em casa não tem do sabor que eu quero. Por favor, Sasuke-kun! - pediu manhosa.

O Uchiha olhou a sorveteria, tinha casais tomando sorvete e sorriam e se abraçavam. Era por isso tinha certeza, a mesma queria agir como os outros. Não gostava de se expor a publico, e achava que tais demonstrações de amor desnecessário. Mais a sua esposa romântica parecia que se importava.De certa forma, ser como os outros casais a tranqüilizava, e o que custava realizar uma das fantasias de sua inocente esposa, que pedia manhosa. Sasuke sabia o que custava “tempo”, mais por hora deixaria que passasse desta vez.

_Por favor Sasuke-kun!..-pediu.

_Esta bem, não vamos demorar muito... - respondeu Sasuke, para fazer a vontade de sua mulher, que sorria contente.

_Vai ser rapidinho eu prometo! - respondeu puxando o braço de seu marido em direção a sorveteria.

_EI! Eu consigo andar... espere- disse puxando Sakura, que fora puxada pra trás, ao seu lado,ficando juntos a poucos centímetros da rosada que lhe olhou assustada.

Eles entraram na sorveteria, que era na praça e tinha mesinhas pequenas que era impossível caber mais do que duas taças de sorvete, e com duas cadeiras somente. Eles sentaram em uma das mesinhas mais afastadas. Uma moça de uniforme colorido, na concepção do Uchiha totalmente patético, veio com anotar os pedidos:

_Boa tarde! O que vocês vão querer?- perguntou a garçonete sorrindo.

Sakura pegou o cardápio, com os sabores de sorvetes e coberturas e ficou escolhendo, a rosada percorria o cardápio de canto a canto, Sasuke por outro lado nem olhou direito, e já pediu o que era de costume seu comer em casa:

_Duas bolas de sorvete de baunilha, por favor!

_Cobertura?-perguntou a garçonete.

_Não!- respondeu o Uchiha olhando sua esposa por cima do cardápio.

_E a senhora o que vai querer?

_Um... Eu quero... Quero uma bola de sorvete de... - olhava o cardápio novamente, Sasuke a olhava impressionado com tamanha demora, o que ha de difícil em pedir alguns sabores, era simples, era só escolher algum que já comeu, não via dificuldade nisso. Mais sua esposa amava fazer coisas diferentes, talvez fosse este o motivo de tantas coisas estranhas e malucas acontecerem com ela.

_Eu quero uma bola de sorvete de Abacaxi, uma de morango, e por cima uma de chiclete. Com cobertura de chocolate, e confete branco. -sorriu a rosada com a “listinha”.

A moça anotou o pedido dos dois, e logo trouxe os sorvetes, deixando os dois a sós na mesa, Sasuke começou a tomar seu sorvete, Sakura se sentia feliz, e observava seu esposo que permanecia calado,por mais que ele estivesse quieto, de alguma maneira só dele estar ali junto com ela, já era o suficiente, pensou.

O Uchiha reparando a sua esposa pensativa resolveu que por aquele momento faria os gostos dela, era rara as vezes que podiam sair, e mais raras ainda a que faziam alguma coisa junto, resolveu tira-la de seus pensamentos, e reaproximar-se dela. Mais parecia difícil para o Uchiha, que não sabia como achegar-se a ela, era nítida a sua timidez em falar coisas doces e amáveis a ela diretamente, queria mais de certa forma o seu caráter o impedia, então usou dos seus métodos Uchiha, provocando-a:



_Pensei que estava com muita vontade de tomar um sorvete especifico!Mais você nem sabia o que queria. -disse provocando-a vendo a gororoba que ela tomava.

_E lógico que sabia!Esta falando o que “senhor baunilha”! -disse fazendo graça .

_O que tem de errado de eu gostar de baunilha? -perguntou levando uma colher a boca.

_Nada, qual o seu outro sabor preferido? Chocolate! -ria a rosada dos gostos de seu marido, que eram idênticos a de uma criança também.Era engraçado ver Sasuke em situações assim.

_ Pelo menos não sou eu que esta tomando sorvete de chiclete. Compra um “Baballo” amor.- disse em tom de deboche com um sorriso disfarçado no canto dos lábios

_E bom! Experimenta? - ofereceu sua jovem esposa, uma colher de sorvete rosa, com granulado colorido, com cobertura de chocolate, bem perto da sua boca.

_Não! Não obrigado!- rejeitou o Uchiha, empurrando a mão de Sakura, que já estava a poucos centímetros de sua boca.

_Vai Sasuke! Esta com medo de gostar é?-provocou a rosada rindo

_Não como estas baboseiras. - defendeu-se

_ha vai! Vai experimenta! - insistia Sakura fazendo aviãozinho da colher tentando enfiar na boca de Sasuke, que fazia cara feia fechando a boca. Tornando a situação constrangedora, mais Sakura não dava importância, e ria, com a colher e o rosto bem próximo ao dele, insistia.

_Para Sakura! Sakura! -dizia Sasuke com vergonha.

Em um desses não, Sakura enfiou a colher na boca dele, lambuzando os lábios do Uchiha de sorvete. Ela então sorriu, depois da façanha. Olhou seu marido que acabara de ser docilmente forçado a experimentar aquele sorvete.

O Uchiha não expressará reação nenhuma, a rosada o olhava curiosa. Foi ate que o mesmo aproximou-se dos lábios dela lhe roubando um beijo... Doce e carinhoso levou sua mão ao queixo da rosada, intensificando o beijo molhado e gelado... Aproveitou cada momento daquele beijo.

Quando indesejadamente separaram-se, Sasuke sorriu de lado, olhando nos olhos delas disse:

_E realmente o gosto e bom! -sorriu levando os dedos aos lábios.

_Sasuke seu... -tentou responder Sakura toda corada, mais e interrompida por uma colherada de sorvete de baunilha, que Sasuke acabara de enfiar na boca dela.

_Mais o meu sorvete e o melhor. - disse o Uchiha tirando a colher da boca dela , sorriu.

_hun! - fez cara feia sua esposa, ainda com a boca fechada

_Qual é? E o melhor! -disse sorrindo, estranhando a expressão no rosto dela.

A rosada balançava a mão, no sinal de algo estava errado. Sasuke se preocupou, o que estava acontecendo com ela? Tinha engasgado? Estava passando mal!O semblante de Sasuke mudara para nervoso e preocupado:

_O que foi Sakura?Sakura? Sakura você engasgou? Sakura? -perguntou desesperado.

A mesma continuou seria, a balançar a mão fazendo cara feia.E Sasuke segurava uma de suas mãos preocupado, chamava o nome da esposa, que não lhe respondia nada.Nunca se viu um Uchiha tão desesperado. Foi ate que a mesma sorriu caindo na gargalhada.

_Ha! Kkk!- sorria a rosada.

_Sua boba! - respondeu o Uchiha, acertando um tapinha na cabeça da rosada:

_Ai! - gritou a rosada, levando a mão a cabeça, mais sorriu com a cara de seu marido, que acabara de ser enganado.

_Você ficou preocupado... Que bonitinho! - dizia a rosada, aproximando-se do rosto dele e lhe dando beijinhos na bochecha, e o mesmo serio, desviava o olhar.

_Não seja boba! - respondeu de braços cruzados, ainda se recuperando do susto que tinha tomado, deixando o Uchiha mais corado ainda. Mais aos poucos o mesmo foi rendido pelos beijinhos de sua esposa. Beijou os lábios da sua esposa boba. E ao beijar os lábios daquela garota a sua frente, parecia que todo descontentamento, raiva abavam indo embora, os problemas, e o resto do mundo desapareciam.

Ao se separarem por falta de ar, a rosada o olhou sorrindo, ainda com os rostos próximos:

_Sasuke...

_han? - respondeu aproximando-se novamente dos lábios da rosada.

_O sorvete...Vai derreter! -avisou

_E daí? Eu não vim aqui mesmo pelo sorvete... - sussurrou, beijando-a novamente.

E assim terminaram o dia, caminharam no parque, visitaram o lago, com direito a jogar moedinha e fazer pedido. Eu sei! Porque jogar moeda no lago?Normalmente isso só funciona em fontes. Mais vai explicar isso pra ela?Sasuke mesmo vendo as bobeiras que sua esposa fazia, limitou-se apenas a lhe dar abraços e beijos. A amava, era a única que fazia seu coração bater mais forte e rápido ao mesmo tempo, contando que ela estivesse ali ao seu lado, correspondendo as suas caricias e beijos, o resto não importava. Não tinha nada que queria ou almejava ter, pois todos os seus sonhos e desejo se completavam em uma única palavra: “Senhora Uchiha”.



[AVISO DE TIFA UCHIHA: Ola pessoal! Originalmente esta fanfic termina exatamente aqui. Eu sei, deve estar se perguntado. “Poxa mais ela esta tão boa?”

Devido ao grande sucesso desta fanfic, nos três sites e os vários pedidos e emails recebidos, e também porque amei escrever esta historia, eu mesma já reli e li de novo varias vezes. Eu Tifa Uchiha continuei esta historia, estou adicionando mais quatro capítulos a fic original.Espero que gostem.

Antes de continuar, eu já lhes aviso, se quiserem desistir! Agora e o ultimo momento. Porque daqui em diante se já estava sendo difícil, agora será impossível largar esta Fanfic.]



-CONTINUAÇÃO DA FANFIC O LADO CERTO:

---SAKURA POVS

A lua iluminava a rua, estávamos próximos a nossa casa, já se podia ver a ponta do jardim da frente, do começo da rua. Sasuke segurava a minha mão, como nós meus sonhos, caminhando a luz do luar, voltando para nossa casa, parecia ser tudo mágico.A poucos passos do jardim da nossa casa olhei pra ele e sorri...

E fui empurrada por ele no meio do mato...

Fui literalmente arremessada, jogada, derrubada no meio do mato pelo meu marido. O mato cheio de farpas e pragas, e terra molhada,eu sei a parte do mágico foi embora na mesma hora, quando o barro se apossou da minha roupa.

Vi Sasuke entrar no meio do mato onde fui jogada, e se abaixar ao meu lado,afinal o que ele estava fazendo:

_SASUKE SEU.. -já estava pronta para enchê-lo de tapas, por me jogar no meio dos arbustos.

_shiii! Shi! Fica calada Sakura! - colocava o dedo na boca, fazendo sinal para que eu fizesse silencio.

Por que ele estava me mandando fazer silencio, afinal o que ele viu?Coloquei a cabeça pra fora do arbusto, e avistei do que ele estava se escondendo:

_SASUKEEEE! -gritava a porta de casa, Lee e Sai o chamando.

Ele estava escondendo dos dois, para que pensassem que não havia ninguém em casa, e fossem embora, voltei-me para o sem vergonha de meu marido:

_EU NÃO ACREDITO QUE ESTA FAZENDO ISSO SASUKE UCHIHA! EU VOU LA ATENDER ELES - disse, já levantando.

_ Fala baixo Sakura!

Mais fui impedida por Sasuke que me puxou e agarrou, tampando a minha boca com a mão.Eu tentei gritar, mais era impossível. Era possível se ouvir, os meninos que pararam de chamar por ele, e logo foram embora. Finalmente fui soltada pelo meu marido, que saiu do arbusto, me oferecendo a mão, para sair:

_Seu imbecil!Mesquinho! -disse, dando um tapa na mão dele, me levantando sozinha.

_Eu não tive opção Sakura! Se descobrissem que estávamos aqui, iriam ficar lá em casa por horas. -defendeu como se fosse possível, caminhando para porta de casa

_Sasuke eles são nossos amigos. E você os deixou plantados na porta de casa, feito palhaços, que coisa feia Uchiha. -disse reprovando suas ações.

_O Sai lagartixa e o Lee maluco?A por favor Sakura, depois eles voltam. Não estou com cabeça hoje para agüentar aqueles chatos. Sakura cadê as chaves?- disse perguntado sobre a chave de casa.

_han...estava aqui. -respondi, revirando os bolsos sem encontrar as chaves de casa.

_Você perdeu as chaves de casa?Como pode perder as chaves de casa? - perguntou, como se tivesse perdido a chave secreta do cofre de Konoha.

_Eu não perdi... Eu estava com ela nas mãos quando chegamos...e..VOCÊ ME JOGOU NO MATO.- disse lembrando-me dele ter me jogado no mato, com toda certeza deve ter caído comigo, e ainda estava lá.

_Então vamos lá buscar!- respondeu meu marido, voltando-se ao mato da casa do vizinho, onde tinha me jogado para se esconder.

Sasuke se abaixou, de joelhos no meio do mato. Imaginem a cena do grande Sasuke Uchiha de quatro no chão. KKk era realmente constrangedor, e eu me segurava para não rir. Eu estava vigiando pra ver se ninguém via, enquanto ele procurava.

“Que chegue alguém! Que chegue alguém!”

Ele procurou!Procurou de novo! De novo e não encontrou rastro algum de chaves.

_Achou? -perguntei

_Se tivesse achado! Acha que estaria ainda aqui?

_Ho.. sem educação. - fica me enchendo que eu vou gritar pra alguém vir aqui te ver na moita do vizinho.

_Não esta aqui Sakura! Garanto que perdeu em outro lugar. -disse levantando-se da moita.

_Eu tenho certeza, deve ter caído mais pra lá.-disse apontando para o além, afinal não fazia a mínima idéia onde tinha caído.

Ele olhou mais pra dentro do quintal do vizinho, olha que eu realmente tenho razão. A chave tinha caído lá .

_Olha lá ela... -disse avistando-a na frente de uma casa de madeira.Com uma placa ao lado:

“CUIDADO CÃO BRAVO”

E La dentro sai um enorme cachorro da raça pitbull tão grande, que mais parecia um bezerro.O cachorro rondava sua casinha, impossibilitando qualquer um que quisesse chegar perto.

_Esta de brincadeira! - olhei com a boca aberta, o tamanho da fera que me distanciava da minha chave.

_Sakura!Sakura !Como você consegue. -disse meu marido quebrando um pedaço de pau do arbusto, andando em direção ao cachorro, com um semblante ameaçador.

_Você vai matar ele?- perguntei assustada.

_Outra idéia? -perguntou meu marido com desdém, pois pra quem mata pessoas, o que era um simples cachorro.

_Sasuke você não pode fazer isso! Precisamos de outro plano. - me coloquei a sua frente, barrando-o.

_há Sakura! - murmurou.

Paramos por alguns segundos a pensar, no que poderíamos fazer, infelizmente os donos da casa não estavam, descartando qualquer possibilidade de chamá-los para pegar a chave. Finalmente meu marido “gênio” teve uma idéia.

_Ok você distrai o cachorro, e o atrai ate a mim, e eu prendo o pedaço de pau na coleira dele.

_Há? Porque eu tenho que ser a isca? - questionei mais eu tinha a resposta, eu tenho que ser a isca, porque meu marido e mal e esperto. O mesmo olhou pra mim, eu com a minha pobre cara de coitada, ele me deu o pedaço de pau:

_Esta bem eu serei a isca! Eu vou distraí-lo trazendo ate aqui, você vai ficar atrás da moita, quando o cachorro passar você prende a madeira na coleira dele ! Presta atenção Sakura, se você o deixar passar, ele vai me pegar. - disse Sasuke e eu balançava a cabeça nervosa, mais ele compreendia como “eu entendi”.

O que e pra eu fazer mesmo?Sasuke foi caminhando para próximo do cachorro, que começou a latir:

AU! AU! Latia o cachorro fazendo cara feia, e mostrando os dentes, e eu escondida atrás da moita e tremia de medo. E se o cachorro corresse atrás de mim? E se eu errasse e o cachorro pegasse Sasuke!

_Tasketeee! (socorro) - gritei baixinho com medo, minhas mãos suavam e eu tremia.

Comecei a ouvir os latidos que se tornavam mais próximos, era Sasuke e o cachorro que se aproximavam.

AU! AU! AU...

_AGORA SAKURA! -gritou Sasuke, se aproximando.



E eu fechei os olhos, para criar coragem e sai da moita acertando o pau.

PAAA !



Abri os olhos e vi o cachorro passando direto por mim e atravessando a rua.

_OH! O QUE EU FIZ! -levei as mãos a cabeça.

Eu tinha acertado meu marido com o pedaço de pau, o mesmo estava caído no chão, com os olhos fechados:

_SASUKE! -sai correndo para socorrer meu marido, me ajoelhei no chão colocando sua cabeça no meu colo.

_SASUKE! SASUKE FALA COMIGO!SASUKE!POR FAVOR SASUKE EU NÃO QUERO VIRAR VIUVA - o abracei assustada, o que tinha feito.

Foi quando, meu maridinho abriu os olhos lentamente, me olhando, resmungou baixinho:

_Ai! Minha cabeça. - resmungou meu marido, sentindo uma forte pontada na cabeça, devido à paulada que eu lhe dei na testa.

_Oh Sasuke meu amor! Desculpe-me! Eu... - comecei a pedir desculpas mais fui interrompida.

_Shi! Ei Sakura! Esta tudo bem... - respondeu Sasuke me acalmando.

_Que bom que você esta bem!- respondi o abraçando, apertando mais próximo de mim, beijando seu rosto. Nossa que susto havia passado como pude acertar Sasuke. E o mesmo ainda tendo o acertado, fingia estar bem, para não me preocupar. Eu já disse que eu amo este homem?

_ Amor!Pegue as chaves e vamos pra casa... Antes que aquele cachorro volte. - disse Sasuke calmamente depois que eu me acalmei.

_Esta bem! -respondi pegando as chaves

Sasuke tentou se levantar, meio tonto. E eu o abracei levantando-o, e o carreguei apoiado no ombro ate a nossa casa.







---HORAS DEPOIS

Voltamos pra casa, resolvi tomar um banho, depois de um longo banho, vesti uma camisola, rosa de cetim. Sasuke já estava melhor, inclusive estava deitado sobre a cama, olhando uma espécie de mapa, com toda certeza algum território da próxima missão. Estávamos bem novamente, mais algo me incomodava desde que voltamos pra casa:

“o beijo de Itachi”

Não era o beijo que me preocupava, mais sim se meu marido soubesse que havia beijado Itachi, que me atormentava. Nunca fui de mentir ou esconder as coisas de Sasuke, e aquilo me incomodava, fora ele que me beijará, mais se Sasuke descobrisse por outra pessoa e o fato de ter escondido o acontecido seria muito pior.

O jeito mais fácil de encarar esta situação era contar tudo pra ele.

_Sasuke eu tenho que te contar uma coisa!

_Fala! -disse manuseando o mapa de um lado para o outro, sem dar a menor importância para minha conversa, típico do Uchiha, poderia contar que às vezes nem prestasse atenção e deixasse passar.

_Enquanto você estava na missão- suspirei com medo.

_han! -continuo a ler o mapa

_ O Itachi seu irmão! - disse nervosa segurando os dedos

_Eu sei que ele e meu irmão! O que aconteceu Sakura?- perguntou já sem paciência.

_Ele me beijou.- falei

_COMO?

Sasuke se assustou que ate mesmo rasgou o mapa, seu semblante mudara totalmente, tanto que levantou-se da cama para conversar comigo, porque ele não ignora e continua lendo o mapa? Nani! Fiquei com medo:


_VOCÊ BEIJOU O ITACHI SAKURA?- perguntou-me
_Ele estava bêbado. -tentei explicar
_VOCÊ BEIJOU ELE!- gritava, parecia ser a única frase que meu marido entendia, o porque; quem beijou quem,quando ou como aconteceu; não fazia a mínima importância o fato pra ele era “ você beijou ele” era impossível de fazê-lo entender qualquer coisa
_Eu tinha o chamado pra casa, para ele trocar as vidraças. Ele estava bêbado, as meninas o provocaram, e ele começou a dançar e veio em minha direção me seduzindo e me beijou, eu empurrei ele, ele caiu na piscina, eu tive que pular e salvar ele..e...

Tentava em vão explicar mais na cabeça de Sasuke, a minha mega explicação se resumia em uma única frase :

“Sakura deixou ser seduzida por Itachi e beijou ele”

_PARA SAKURA! JÁ CHEGA! -gritou assustando me
_Eu estou tentando te explicar o que aconteceu.
_Você via o que ele estava fazendo, ele foi a sua direção te seduzindo, e ainda assim, deixou que acontece-se para depois empurrá-lo.Você e eu sabemos o tamanho da força que tem, então uma coisa que não consigo entender e o por que de você ter deixado ser beijada?

_Ele estava bêbado Sasuke...
_ O Álcool não transforma as pessoas, apenas da coragem para que elas façam o que desejam Sakura.
_Oh! Sasuke me desculpe... Eu não tinha!- tentei me explicar mais o mesmo não me ouvia e não me deixava falar.
_Ele estava bêbado, agora qual e a sua desculpa? - disse friamente me encarando.

Eu não tinha, e ele realmente tinha toda razão Itachi estava alcoolizado, e eu sã deixei que chegasse a tal ponto. Devia ter impedido ele desde o começo. Como pode ser seduzida a ponto de ter sido beijada, naquele momento tinha me esquecido de tudo de onde eu estava com quem estava, de Sasuke, de ser casada. Itachi havia me seduzido e eu como simples mulher beijei ele. Podia ver Sasuke a minha frente me encarando desapontado.

_ Oh! O que eu fiz? -lamentei

Era nítido na face de Sasuke a sua decepção, tinha o traído. Itachi me beijou mais eu deixei eu cedi.

_Sakura eu não quero falar com você!-disse com raiva
_As meninas deram uma festa, e elas começaram a beber, e logo todos estavam alcoolizados.Eu não tive culpa.
_Você dá uma festa em casa enquanto estou fora? Sem me comunicar. E ainda chama Itachi pra minha casa?Agarram-se na piscina enquanto estou fora, e agora depois de dias resolve me contar, incrível! Porque a consciência pesou, e agora ainda me diz que não e culpa sua?
_Foi às meninas!
_Não!e você Sakura! Essas coisas acontecem porque você da à oportunidade!E culpa sua. - consentiu Sasuke, me encarando.

Não tinha como falar mais nada, porque fui deixar que isso acontecesse. E porque não contei logo. Levei as mãos ao cabelo bagunçando, minha cabeça doía de brigar com Sasuke, a pressão psicológica aquele sufoco, e nervosismo me incomodava, estava tremendo meu coração batia forte:

_Você por acaso e louca Sakura? -perguntou indignado
_O problema sempre sou eu! NE! -disse sorrindo, com raiva
_Você não e o problema e sempre o causador dele, a briga na casa da sua mãe, as nossas brigas, o meu ciúme, você beijar outro homem e culpa sua. E simples Sakura toda a bagunça, problema, confusão que acontece na minha vida e sempre você o motivo. - acusava-me apontando o dedo para mim nervoso.
_ O QUE MAIS UCHIHA?SEU IGNORANTE!ARROGANTE! IMBECIL SEU HOMEN LOUCO E FRIO - gritei com raiva, jogando alguns vasos de flores contra a parede para descontar a raiva.


PAAA! [vasos quebrados na parede]

Meu marido me olhava assustado, o fato era que assim quanto ele eu também já estava farta disso:

_A MINHA VIDA E UMA BAGUNÇA POR CAUSA DE VOCÊ SAKURA!
_VAI EMBORA ENTÃO! -gritei, eu já estava cheia daquilo, dele me acusar como se eu fosse realmente à única culpada de tudo.

Sasuke abaixou a cabeça fitando o chão, o silencio se apossou do nosso quarto, ele levou as mãos ao cabelo bagunçando-o, deixando os fios rebeldes, levantou o rosto e olhando nos meus olhos.

************MUSIC ON****************
Pink- dont leave me
****************MUSIC OF*****************

_Talvez o terapeuta realmente tenha razão, não tem porque vivermos juntos.

_NANI!

_Eu vou embora!

Meu marido caminhou em direção ao guarda-roupa e tirou uma mala. E começou a colocar suas roupas dentro dela, ele estava realmente disposto a sair de casa.Não o que eu fiz.



_Não Sasuke! O que você esta fazendo? -perguntei, puxando a camisa que estava na mão.

_ Não e obvio Sakura! Eu estou indo embora! -disse largando a camisa.

[Não sei se eu poderia gritar mais alto
Quantas vezes eu te expulsei daqui?
Ou disse alguma coisa insultante?] 


Eu abracei a sua camisa, e o mesmo saiu em direção ao guarda-roupa para pegar mais roupas. Eu sai correndo e fiquei a frente impossibilitando sua passagem.

_SASUKE NÃO VAI EMBORA! -disse fechando a porta do guarda-roupas, ele olhou pra mim e me ignorou, andando em direção a sua mala, fechou o zíper dela, e já ia caminhando em direção a porta do quarto, eu sai correndo para impedi-lo puxei a mala dele.

_Sakura solte a mala!Solta Sakura!SOLTA! -puxava ele para o lado contrario, e eu segurava-a fortemente.

_NÃO SASUKE! NÃO FAZ ISSO! -soltei a mala,e ele saiu do quarto com a mala, eu sai correndo atrás dele.

_SASUKE EEEEEE? -gritei puxando-o pela camisa, o mesmo vira-ra para trás

_O QUE É SAKURA?

O olhei nós olhos triste,e fechei os olhos o encarando-o

[Eu posso ser tão má quando eu quero ser
Eu sou mesmo capaz de qualquer coisa]


_NÃO! SE VOCÊ SAIR POR AQUELA PORTA SASUKE! EU VOU...-ameacei-o seriamente

[Eu posso te partir em pedaços
Quando o meu coração está... partido]


_Eu não me importo. - respondeu Sasuke, descendo as escadas , e eu o seguia.
_POR FAVOR NÃO ME DEIXE!

Ele chegara a porta da sala, e eu gritava atrás dele correndo , para impedi-lo, mais Sasuke não me ouvia:

_SE VOCÊ FOR EU VOU GRITAR NA RUA PRA TODO MUNDO OUVIR!- ameacei já no jardim de casa

[Como eu me tornei tão detestável?
O que você tem que me faz agir desse jeito?
Eu nunca fui tão indecente]


_Você e louca Sakura! Louca! -acusou
_VOCÊ QUE E UM BURRO! IMBECIL! IDIOTA! ARROGANTE DE UMA FIGA!EU TE ODEIO SASUKE UCHIHA! ODEIO- xingava-o disparando socos nele,tentando acerta-lo batia nele com raiva e o mesmo tentava se defender .

[Você pode me falar que isso tudo é só uma disputa?
O vencedor vai ser aquele que bater mais forte
Mas amor, eu não quis dizer isso
É sério, eu prometo]

Ele segurou meus braços me empurrando para longe de si:

_E assim que quer que eu volte pra casa?
_Amor eu não quis dizer isso.É sério, eu prometo! - respondi puxando a barra de sua camisa.
_Sakura estou cansado de você tentando mandar em mim, criando confusão, inventando problemas a onde não existe, porque não pode simplesmente me amar como eu sou?
_Sasuke eu...

[Eu esqueci de dizer bem alto
O quanto você realmente é Lindo pra mim
Eu não posso ficar sem você
Você é o meu perfeito saquinho de pancadas
E eu preciso de você, me desculpe]


_Não Sakura! Eu estou tentando, eu me esforço para ficarmos juntos, mais você cria problemas e situações que nós levam a isso.
_Sasuke por favor não me deixe.- pedi chorano, levei minhas mãos ao seu rosto, deslizando-as ate seus lábios.

********IMAGEM ON*****















*********IMAGEM OF******

Ele pegou minhas mãos tirando-as de seu rosto, e eu implorei para que não me afasta-se dele:

_Sasuke Uchiha, por favor! - pedi chorona

Ele me olhou nós olhos aproximou-se de mim, levando uma de suas mãos ao meu rosto:

[Não!Não, por favor não me deixe
Por favor não me deixe, oh não não não
Eu sempre digo como eu não preciso de você
Mas sempre vai voltar pra isso
Por favor não me deixe]



CONTINUA...
======================================================

Notas finais do capítulo


NO PRÓXIMO CAPITULO:

FANFIC- O LADO CERTO-CAP 8-Lagrimas
Duas duvidas lhe pairava na cabeça realmente não a estavam vendo, ou simplesmente a ignorava.
_EU VOU QUEBRAR A SUA CARA !
_SAKURA NÃO FAÇA ISSO...-gritou a amiga.


EM BREVE: 31/01/2014
[para mais informações acesse Blog SasuSaku Oficial]
By: Tifa Uchiha

8 comentários:

Larissa disse...

PERFEITAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
amei Tifa. Ainda bem que você resolvel continuar, eu iria pirar se este fosse o ultimo capitulo.
e a melhor fanfic que ja li na vida.
bjuss

kaylla zurahymey disse...

Muito bom, realmente a história nos prende, estar de parabéns. Mau posso esperar para ler o próximo capitulo. ^///^

Anônimo disse...

otimaaa

Anônimo disse...

perfect*-* posta mais!!

Beatrice disse...

To amando essa finc *¬*

camila galeno oliveira disse...

muinto lindo,tomara q ele fique.

Renata Torres disse...

Ai gostei de mas ❤️

Anônimo disse...

Gosto muito da históri. mas como escritora vejo nela poucas coisas interessantes